Como plantar alcachofra

0
15
Alcachofra Cynara Cardunculus, Pixabay

Flor imatura tem a base e as pétalas carnudas comestíveis, que podem ser saboreadas cruas, cozidas ou em conserva

Iguaria exótica utilizada por muitos chefes de cozinha, a hortaliça, que cresce bem em regiões de clima ameno, está se tornando popular entre os brasileiros.

A temperatura e a umidade que durante o ano prevalecem em São Roque, no interior do Estado de São Paulo, formam as condições climáticas ideais para a cidade ser um polo produtor de alcachofra no país. Vivem da remuneração obtida do cultivo da hortaliça muitos agricultores moradores do munícipio e arredores, pois a produção tem boa rentabilidade na comercialização.

Plantada inicialmente em hortas caseiras por italianos, portugueses e espanhóis, que trouxeram a cultura para a região brasileira entre o fim do século XIX e começo do XX, a alcachofra foi submetida pelos próprios imigrantes europeus a um processo de melhoramento. A seleção resultou no desenvolvimento da cultivar roxa-de-são-roque, uma das principais variedades do vegetal – que conta com apreciadores cativos.

O consumo da alcachofra também vem crescendo entre os brasileiros com o aumento do interesse da população por uma gastronomia mais requintada. Flor imatura da mesma família (Asteraceae) das margaridas e dos girassóis, tem a base e as pétalas carnudas presentes na elaboração de cardápios de muitos chefs. As partes comestíveis da hortaliça podem ser saboreadas cruas, cozidas ou em conserva.

Com a perspectiva de popularização da alcachofra, seu cultivo é visto como uma oportunidade de investimento para produtores de diferentes locais do país onde predomina o clima ameno. Não é preciso ter experiência, já que a planta não é difícil de ser cultivada. Outra vantagem da hortaliça é ser perene, o que permite ser produzida por vários anos seguidos.

Além de ser considerada uma iguaria exótica, a alcachofra contém em suas folhas e sementes a cinarina, uma substância com uso na medicina popular para complementar o tratamento de diversas doenças, entre elas gota, diabetes, anemia, reumatismo e problemas urinários. Por ter baixo valor calórico e ajudar no processo de digestão, a hortaliça é usada em dietas alimentares para a perda de peso.

Dotada de vários antioxidantes, que agem contra a ação de radicais livres causadores do envelhecimento precoce, a alcachofra é um estimulante do aumento do fluxo biliar, melhorando as funções do fígado.

Também é rica em vitaminas C, A e do complexo B. Planta herbácea originária da região do Mar Mediterrâneo, pode atingir entre 1,5 e 1,8 metro de altura e de 2 a 2,5 metros de diâmetro.

Sebastião Wilson Tivelli é pesquisador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, tel. (11) 4712-2077, tivelli@apta.sp.gov.br
Onde Comprar: mudas podem ser adquiridas de agricultores que se dedicam ao plantio da hortaliça e que tenham referências
Mais informações: com instituições e empresas de pesquisa da área da agricultura

Mãos à obra

INÍCIO: Mudas de alcachofra são obtidas por meio de rebentos da planta produzidos no fim do verão. Se a estação mais quente do ano registrar temperaturas amenas e a formação dos rebentos for em solo bem drenado, os agricultores conseguem antecipar o comércio das mudas excedentes para o início de fevereiro. Os preços variam dependendo da quantidade adquirida e do tipo, como raiz nua ou mudas formadas em saquinhos de plástico. Há perspectiva de lançamento de novas cultivares que foram pesquisadas pela Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento São Roque, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta). A importação de sementes para o comércio aguarda liberação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

AMBIENTE: De regiões serranas, com altitude acima de 800 metros, verão com temperaturas não muito elevadas e inverno com geadas fracas, é o ideal para a alcachofra florescer naturalmente no início da primavera. A planta não tolera frio intenso e, em locais de baixa altitude, quentes e secos, tem abertura precoce do botão floral, prejudicando a qualidade da hortaliça.

PROPAGAÇÃO: Aqui se faz exclusivamente por mudas. Não se recomenda comprar as sementes de alcachofra disponíveis no mercado, pois geram metade das plantas com espinho, o que não favorece o comércio da hortaliça. Para produzir alcachofra sem espinho, as sementes devem ser híbridas.

PLANTIO: Tem bom resultado quando feito em solo drenado. A alcachofra não suporta encharcamentos. Indica-se também realizar análise do solo para saber as necessidades de adubação. Para colher exemplares com tom de roxo mais intenso, é preciso cobrir cada botão da inflorescência com papel (jornal ou saco de papel) durante o cultivo, apesar de a prática aumentar o custo de produção.

ESPAÇAMENTO: Tradicional para o plantio de alcachofra é de 2 a 2,5 metros entre linhas e de 1 a 1,5 metro entre plantas. Se a opção for por um cultivo mais adensado, use linhas duplas espaçadas entre si de 0,8 metro a 1,5 metro e entre plantas de 0,75 a 0,8 metro. Em plantio comercial com mudas de raiz nua, dependendo do tamanho de cada uma, a alcachofra é transplantada em sulcos com 10 a 15 centímetros de profundidade.

CUIDADOS: Embora não goste de encharcamento, a alcachofra requer solo úmido desde o transplante das mudas até a colheita. Por isso, a irrigação deve ser frequente durante todo o ciclo da cultura. Controle a invasão de mato, em especial nos primeiros meses de plantio. Tenha também atenção à presença de pulgões e cochonilhas-de-raiz, as principais pragas da cultura.

PRODUÇÃO: Para a primeira colheita pode levar de seis a oito meses depois do plantio das mudas. Em condições adequadas de temperatura, a planta produz uma vez por ano. Para antecipar a colheita, aplique o ácido giberélico quando a alcachofra tiver dez folhas verdadeiras. O hormônio vegetal é um estimulante para iniciar a fase reprodutiva. Retire os botões assim que, na parte inferior da planta, começarem a abrir as brácteas – folhas modificadas que protegem a inflorescência. Por fim, de três a quatro meses após a colheita, faça a desbrota dos rebentos, deixando os dois mais vigorosos em cada planta para iniciar o próximo ciclo.

RAIO X

Solo: bem drenado, pois não tolera encharcamento
Clima: ameno, com verões não muito quentes e invernos com geadas fracas
Área mínima: em hora doméstica, recomenda-se o plantio de dua alcachofras por pessoa da família; em cultivo comercial indica-se iniciar com 3 mil plantas
Colheita: após seis a oito meses do início do cultivo
Custo: o preço das mudas podem variar de R$ 3,50 a R$ 10

(Publicado originalmente na edição 401 da Revista Globo Rural, em março de 2019)