Urolitíase ou Cálculo renal

0
45

A formação de cálculos renais tem, como principal fator pré-disponente, o desbalanço da proporção Cálcio:Fósforo da dieta, que deve ser mantido na proporção 2:1 ou 1,5:1. Apesar de ambos os sexos poderem manifestar um quadro de urolitíase, esta é mais grave nos machos, devido a conformação da uretra peniana, que dificulta a descida dos cálculos, e ao estreitamento da uretra na extremidade da glande, denominado “apêndice vermiforme”, que impede a eliminação dos múltiplos cálculos. A impossibilidade de urinar leva à ruptura da
bexiga e morte do animal. Colaboram ainda na etiologia da urolitíase a castração precoce, as dietas de confinamento, o uso de concentrados inespecíficos para caprinos ou ovinos, ou o uso excessivo de concentrado em dietas de preparo de animais para exposições ou crescimento.
Embora formulações de engorda adicionem Cloreto de amônia como fator preventivo, promovendo acidificação da urina, esse será de pouco ou nenhum valor em dietas ricas em concentrado.
A prevenção deve ser feita para todas as categorias animais e sexos, com rigoroso balanço de Cálcio e Fósforo na dieta total, considerando o tipo e quantidade de volumoso e concentrado ingerido diariamente pelo rebanho.

Animais criados exclusivamente em pastagens são menos suscetíveis, mas o controle deve ser efetivo em animais confinados.

Autora: Profa. Dra. Anneliese de Souza Traldi

astraldi@usp.br

Fonte:  http://www.montesaltos.com/ENFERMIDADES_DE_CAPRINOS_E_OVINOS.pdf

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here