Leite

0
30

ANDERSON, E.; WEITZ, B. A. Make-or-buy decisions: vertical integration and marketing productivity. Sloan Management Review, v. 27, nº 3, 1986, p. 3-20. ANDREWS, K. R. The concept of corporate strategy. Homewood: Irwin, 1971. 2. ed. 1980; 3. ed. 1987.

ANSOFF, H. I. Corporate strategy: an analytic approach to business police for growth and expansion. New York: McGraw-Hill, 1965.

ANUALPEC 2005: Anuário da Agricultura Brasileira. São Paulo: FNP, 2004.

ASBIA. Associação Brasileira de Inseminação Artificial. Disponível em: <http://www.asbia. org.br>.

AUSTRALIAN DAIRY CORPORATION. Disponível em: <www.dairyaustralia.com.au>. ASSAD, E.; SANO, E. E. Sistema de informações geográficas: aplicações na agricultura. Brasília, DF: Embrapa, 1998.

BANKUTI, F. I.; SCHIAVI, S. M. A. Filho, H. M. S. Quem são os produtores de leite que vendem em mercados informais? In: XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Ribeirão Preto, 2005.

BARROSO, N. A. Análise do uso e distribuição dos recursos nas empresas rurais das Zonas

de Meia Ponte e Mato Grosso de Goiás. Viçosa: UREMG, 1968.

BEGOSSO, J. Valorização da matéria-prima leite. Leite e Derivados, jul. 2004

BELLO, D. C.; LOHTIA, R. Export channel design: the use of foreign distributors and agents.

BERMAN, B. Marketing channels. John Wiley, 1996.

BESANKO, D.; DRANOVE, D.; SHANLEY, M. Economics of strategy. New York: John Wiley, 2000.

BIALOSKORSKI NETO, S. Agribusiness cooperativo. In: ZYLBERSZTAJN, Décio; NEVES, Marcos Fava (Org.). Economia e gestão dos negócios agroalimentares. São Paulo: Pioneira, 2000.

BITAR, O. Y.; IYOMASA, W. S.; CABRAL JR., Marsis. Geotecnologia: tendências e desafios. São Paulo em Perspectiva, v. 14.

BOTELHO, M. Sistema de recolha do leite a granel. Revista do Instituto de Laticínios Cândido

Tostes, jul./dez. 1997.

BUZZELL, R. D,; GALE, T. B. The PIMS principles: linking strategy to performance. London: Free Press., 1987.

CAMPOMAR, M. C. Contribuições ao estudo de planejamento e confecção de planos em marketing (uma aplicação em concessionárias de automóveis). 1982. Tese (Livre- docência) – FEA/USP São Paulo.

CANAL KIDS. Disponível em:  CARVALHO, D. et al. Cadeia produtiva do leite sob o enfoque da qualidade: estudo das práticas e percepções de seus atores, In: XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Ribeirão Preto, 2005.

CARVALHO, M. P. Cooperativas de laticínios: preparadas para a competição cada vez mais intensa? A cadeia produtiva do leite em 40 capítulos. 2005.

CASTRO, M. D. C.; NEVES, B. S. Análise da evolução recente e perspectivas da indústria laticinista no Brasil. In: O agronegócio do leite no Brasil. Juiz de Fora: Embrapa Gado de Leite, 2001.

CASTRO, Luciano Thomé et al. Padarias: alternativas de posicionamento frente um novo cenário. In: SLADE – XVII Congresso Latino-Americano de Estratégia para o Desenvolvi­mento e Inserção Global, 2004, Itapema-SC.

CHADDAD, F. R. Cooperativas no agronegócio do leite: tendências internacionais. In: 3º CONGRESSO INTERNACIONAL DO LEITE. Araxá, 2003. CHANDLER, A. D. Strategy and structure. MIT Press, 1962.

CHINAVIEW – Jornal Eletrônico de Notícias, Xinhua News Agency Disponível em <http://news.xinhuanet.com/english/2006-01/20/content_4079450.htm>. Acesso em: fev. 2006.

CHRISTY, D. P.; GROUT, J. R. Safeguarding supply chain relationships. International Journal of Production Economics, v. 36, 1994, p. 233-242.

COASE, R. H. The nature of the firm. Economica N. S., 4, p. 386-405. Reprinted. In: WILLIAMSON, Oliver E.; WINTER, Sidney (Ed.). The nature of the firm: origins, evolution, development. New York: Oxford University Press, 1991. p. 18-33. CONAB. Companhia Nacional de Abastecimento. Disponível em: <http://www.conab.gov. br>.

CONSELEITE PARANÁ. Manual do Conseleite. Disponível em: <http://www.faep.com. br/conseleite>.

COREY, E. R.; CESPEDES, F. V; RANGAN, V K. Going to market: distribution systems for industrial products. Boston, MA: Harvard Business School Press, 1989. 394 p. COUGHLAN, A. T. et al. Canais de marketing e distribuição. 6. ed. Porto Alegre: Bookman, 2002. 461 p.

CRISCUOLO, C. et al. Dinâmica de uso e cobertura das terras na Região Nordeste do Estado de São Paulo. Campinas: Embrapa Monitoramento por Satélite, dez. 2005.65 p. (Documentos, 45.). Disponível em: <http://www.cnpm.embrapa.br/publica/download/doc45_solsNESP.pdf>.

DATAMONITOR. Disponível em: <http://www.datamonitor.com>.

DAVIS, J. H.; GOLDBERG, R. A. A concept of agribusiness. Division of Research. Graduate

School of Business Administration. Harvard University, Boston, 1957.

DIGMAN, L. A. Strategic management: concepts, decisions, cases. 2. ed. Richard D. Irwin,

1990.

DÜRR, J. W. et al. Pagamento do leite por qualidade no Brasil. In: Interleite. Uberlândia, 2005.

DWYER, F. R.; OH, S. A transaction cost perspective on vertical integration structure and interchannel competitive strategies. Journal of Marketing, v. 52,1988, p. 21-34. ELLIS, P International Trade Intermediaries and the Development of Local Marketing, Proceedings from the 30th European Marketing Academy Conference (EMAC), Bergen, Norway,  May 2001.

EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Gado de Leite. Disponível em: <http://www.cnpgl.embrapa.br>.

ENGEL, J. F.; BLACKWELL, R. D.; MINIARD, P W. Comportamento do consumidor. 8. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2000.

ENGLER, J. J. de. Análise da produtividade de recursos na agricultura. 1968. Tese (Dou­torado) – ESALQ, Piracicaba.

FAO – Food And Agriculture Organization, 2006. Statistical databases: FAOSTAT Agricul­tural. Disponível em: < http://faostat.fao.org/faostat/>.

FARIA, V. P. de. Produção e cooperativas de produtores de leite no Brasil. In: Seminário: As cooperativas e a produção de leite no ano 2000. Anais… OCEMG. Belo Horizonte, 1995.

FARINA, E. M. M. Q. A regulamentação do mercado de leite e laticínios no Brasil. São Paulo: IPE-USP 1983.

FERREIRA SOBRINHO, F.; COUTINHO, G. H.; COURA, J. D. Coleta de leite a granel. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 1995. 108 p.

FGV Fundação Getúlio Vargas. Disponível em: <http://www.fgv.br>.

FIESP Federação das Indústrias do Estado de São Paulo. Disponível em: <http://www.fiesp.

org.br >.

FIPE. Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas. índice de Preços ao Consumidor. Dis­ponível em: <http://www.fipe.com.br>.

FLATERS, Paul. The impact of consumer trends on standards. Consumer Policy Review, London, 2004.

FNP CONSULTORIA & COMÉRCIO LTDA. Disponível em: <http://www.fnp.com.br>.

FORD, D. Two decades of interaction, relationships and networks. In: NAUDÉ, P; TURN- BULL, P. W. Network dynamics in international marketing. Pergamon, 1998, 321 p. FORTES, G. Estudo ‘radiografa’ cadeia leiteira de SP. DBO, nov. 2005 FRAZIER, G. L.; SUMMERS, J. O. Interfirm influence strategies and their application within distribution channels. Journal of Marketing, v. 48, 1984, p. 43-55. FREITAS, C. A. et al. Análise de aspectos técnicos da pecuária de leite gaúcha: uma aborda­gem econométrica. In: XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Ribeirão Preto, 2005.

FURTADO, C. Formação econômica do Brasil. São Paulo: Nacional, 1980. 246 p. GANESAN, S. Determinants of long-term orientation in buyer-seller relationships. Journal of Marketing, v. 58, Apr. 1994, p. 1-19.

GOLDBERG, R. A. Agribusiness coordination: a systems approach to the wheat, soybean, and Florida orange economies. Division of Research. Graduate School of Business and Administration. Harvard University, 1968. 256 p.

GOMES, A. P.; BAPTISTA, A. J. M. S.; WENDLING, L. L. Fatores discriminantes do desem­penho regional da produção de leite. In: XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Ribeirão Preto, 2005.

GOMES, S. T.; MELLO, R. R; MARTINS, R C. O custo da produção de leite. Brasília:SNAB/ MNA, 1989. 66 p.

HAMERMESH, R. G. Making strategy work: how senior managers produce results. New York: John Wiley, 1986.

HEIDE, J. B. Interorganizational governance in marketing channels. Journal of Marketing, v. 58, Jan. 1994, p. 71-85.

HENDERSON, B. D. The logic of business strategy. Cambridge: Mass, 1984.

HOMEM DE MELO, F. B. A questão da produção e do abastecimento alimentar no Brasil:

diagnóstico macro. Brasília. 1988.59p.

HOWARD, Melanie. 21st century consumer society. Journal of Consumer Behaviour, Lon­don, 2001.

IEA. Instituto de Economia Agrícola. Disponível em: <http://www.iea.sp.gov.br>. INDI. Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais. Disponível em: <http://www. indi.mg.gov.br>.

INSTITUTO DE COOPERATIVISMO E ASSOCIATIVISMO. Projeto de desenvolvimento integrado do cooperativismo de São Paulo: PDICOOP II. Modalidade: cooperativas agro­pecuárias. São Paulo: ICA, 1994. 242 p.

INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA. Estatísticas. Disponível em: <http://www.iea. sp.gov.br>. Acesso em: 22 mar. 2004.

JACKSON, D. M.; D’AMICO, M. F. Products and markets served by distributors and agents. Industrial Marketing Management, v. 18, p. 27-33, 1989.

JOHN, G. An empirical investigation of some antecedents of opportunism in a marketing

channel. Journal of Marketing Research, v. 21, Aug. 1984, p. 278-289.

KLEIN. S.; FRAZIER, G. L.; ROTH, V J. A transactional cost analysis model of channel

integration in international markets. Journal of Marketing Research, v. 27, May 1990, p. 196-208.

KOTLER, P. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle. São Paulo: Prentice Hall, 2000. p. 725.

KOZAK, R. A.; COHEN, D. H. Distributor-supplier partnering relationships: a case in trust. Journal of Business Research, v. 39, 1997, p. 33-38.

LAFIS CONSULTORIA E ANÁLISES SETORIAIS. Disponível em: <http://www.lafis.com. br>.

LAMBIN, J. J. Marketing estratégico. 4. ed. Lisboa: McGraw-Hill, 2000. 756 p.

LAS CASAS, A. L. Plano de marketing para micro e pequena empresa. São Paulo: Atlas, 1999. 156 p.

LAZZARINI, S. G.; CHADDAD, F. R.; COOK, M. Integrating supply and network analysis: the study of netchains. Journal on Chain and Network Science, v. 1, nº 1, p. 7-22, 2001. LEITE BRASIL. Disponível em: <http://www.leitebrasil.org.br>. LEITE, J. L. B. Metodologia de modelagem para sistemas de produção de leite. In: XLIII CON­GRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Ribeirão Preto, 2005.

LEVY, M.; WEITZ, B. A. Administração de varejo. São Paulo: Atlas, 2000. 695 p. LEWIS, E. H. Marketing channels: structure and strategy. New York: McGraw-Hill, 1968. LEWIS, David; BRIDGER, Darren. The soul of the new consumer: authenticity – what we buy and why in the new economy. Paperback, 2001. 256 p.

LOPES, Frederico Fonseca et al. Estratégias das centrais de negócios no pequeno varejo ali­mentar. In: SLADE – XVII CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE ESTRATÉGIA PARA O DESENVOLVIMENTO E INSERÇÃO GLOBAL, 2004, Itapema-SC.

LUSCH, R. F.; BROWN, J. R. Interdependence contracting and relational behaviour in marketing channels. Journal of Marketing, v. 60, Oct. 1996, p. 19-38. MACNEIL, I. R. The many futures of contracts. Southern California Law Review, 47 (May): 691-816,1974.

MAGALHAES, C. A. Análise econômica da pecuária de leite em competição com outros em­preendimentos agropecuários na Zona da Mata de Minas Gerais. 1971. 166 p. Dissertação (Mestrado) – UFV, Viçosa.

MAPA. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Serviço de Inspeção Federal. Disponível em: < http://www.agricultura.gov.br>.

MARTINS, P.C.; ARAUJO, P. F. C. Inovação técnica e grupos de interesse no setor de lácteos brasileiros. In: XVII CONGRESSO NACIONAL DE LATICÍNIOS. Anais… Juiz de Fora. ILCT. 2000. p. 196-202.

MARTINS, V A. Produtos lácteos: alterações no consumo pós-Plano Real. Disponível em: <http://www.iea.sp.gov.br/OUT/verTexto.php?codTexto=1588>. Acesso em: fev. 2006.

MEIRELES, A. J. A (des)razão laticinista: a indústria de laticínios no último quartel do século XX. São Paulo: Cultura Editores Associados, 1996. 267 p.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. Instrução Normativa nº 51. Disponível em: <http://www.esalq.usp.br/departamentos/lan/pdf/InstrucaoNor- mativa 51.pdf>.

MINTZBERG, H.; QUINN, J. B.; JAMES, R. M. The strategy process: concepts, contexts and cases. Prentice Hall, 1988.

MOORE, J. L. Writers on strategy and strategic management. London: Penguin Books, 1992. 311 p.

MORICOCHI, L. Situação da pecuária leiteira em São Paulo. Agricultura em São Paulo, São Paulo, 20 91/2, 42 p. 1973.

NASSAR, A. M. Eficiência das associações de interesse privado: uma análise do agronegócio brasileiro. 2001. 234 p. Dissertação (Mestrado em Administração) – Faculdade de Econo­mia, Administração e Contabilidade, USP, São Paulo.

NEW ZEALAND DAIRY BOARD. Disponível em: <www.webref.org/agriculture/n/new_ze- aland_dairy_board.htm>.

NORONHA, H. F. D. Análise econômica do uso de recursos para a produção de leite, Vale do Paraíba, Estado de São Paulo, ano agrícola 1972/1973.1974. 50 p. Dissertação (Mestrado) – UFV, Viçosa.

OCB. Organização das Cooperativas Brasileiras – Confederação Brasileira de Cooperativas de Laticínios. Disponível em: < http://www.ocb.org.br>.

OCDE-PSE – Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico-Subsídio Equi­valente Produtor por commodity. Disponível em: < http://www.cnpgl.embrapa.br/>. Acesso em: fev. 2006.

OLIVEIRA, Maurício. Falta um maior consumo interno. Guia Exame 2005, ago. 2005, p. 70-71.

OLSON, M. A lógica da ação coletiva: os benefícios públicos e uma teoria dos grupos sociais. Tradução de Fabio Fernandez. São Paulo: Edusp, 1999. 201 p. Título original: The logic of collective action: public and the theory of groups.

PEARCE II, J. A.; ROBINSON JR., R. B. Strategic management: strategy formulation and implementation. 3. ed. Homewood, IL: Richard D. Irwin, 1988. 988 p. PELTON, L. E; STRUTTON, D.; LUMPKIN, J. R.. Marketing channels: a relationship man­agement approach. Times Mirror Books, 1997. 728 p.

PENSA – Centro de Conhecimento em Agronegócios. Relatório final do Projeto de Tomo­grafia da Cadeia do Leite São Paulo. FEARP-USP nov. 2005.

PETERSEN, K. J.; FRAYER, D. J.; SCANNELL, T. V An empirical investigation of global sourcing strategy effectiveness. Journal of Supply Chain Management, v. 36, nº 2, 2002, p. 29.

PONCHIO, L. A. Perspectiva de consumo de leite no Brasil. Disponível em: <http://www. cepea.esalq.usp.br/pdf/artigo_leite_04.pdf >.

; GOMES, A. L.; PAZ, E. Perspectivas de consumo de leite no Brasil. In: XLIII CON­GRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Ribeirão Preto, 2005

PRIMO, W. M. Restrições ao desenvolvimento da indústria brasileira de laticínios. In: Res­trições técnicas, econômicas e institucionais ao desenvolvimento da cadeia produtiva do leite no Brasil Juiz de Fora: EMBRAPA-CNPGL, 1999. p. 71-127.

PROPAN. Programa de Apoio à Panificação. Disponível em: <http://www.propan.com. br>

RABOBANK. Disponível em: <http://www.rabobank.nl>.

RECEITA FEDERAL DO BRASIL. Disponível em: <http://www.receita.fazenda.gov.br>. REIS, M. H. V; REIS, R. P; REIS, A. J. De Minas ao Mercosul. Agroanalysis, Rio de Janeiro, v. 18, nº 2, p. 13-15, fev. 1998.

RINDFLEISCH, A.; HEIDE, J. B. Transaction cost analysis: past, present and future appli- cations. Journal of Marketing, v. 61, October 1997, p. 30-54. ROSEMBLOON, B. Marketing channels. 6. ed. The Dryden Press, 1999. 688 p. SAES, M. S. M. Organizações e instituições. In: ZYLBERSZTAJN, D.; NEVES, M. F. (Org.). Economia e gestão dos negócios agroalimentares. São Paulo: Pioneira, 2000. p. 165-186. SAGyP – SECRETARIA DE AGRICULTURA, GANADERÍA Y PESCA. Disponível em: < www. sagpya.mecon.gov.ar>.

SANTOS, D. F. BARROS, G. S. C. Os efeitos das importações brasileiras de leite sobre as variáveis macroeconômicas, 1991 a 2003. In: XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASI­LEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Ribeirão Preto, 2005. SCALCO, A. R. TOLEDO, J. C. Modelo de referência para gestão da qualidade na cadeia de produção de leite e derivados. In: XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Ribeirão Preto, 2005. SCOT CONSULTORIA. Disponível em: <www.scotconsultoria.com.br>. SECEX/MDIC. Secretaria de Comércio Exterior/Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Disponível em: <http://www.desenvolvimento.gov.br/sitio/secex/>. SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA FAZENDA DE SÃO PAULO. Disponível em: <http://www.fazenda.sp.gov.br>

SHETH, J. N.; MITTAL, B.; NEWMAN, B. I. Comportamento do cliente: indo além do com­portamento do consumidor. São Paulo: Atlas, 2001.

SIACESP Sindicato da Indústria de Adubo e Corretivos, no Estado de São Paulo. Disponível em: <www.siacesp.com.br>.

SILVA, I. C. V Custos e otimização de rotas no transporte de leite a latão e a granel: um estudo de caso. 1999. Tese (Mestrado) – UFJA, Lavras. 71 p.

SILVA, T. N. et al. O impacto do planejamento tributário na gestão de agroindústrias leiteiras: Avipal, Elegê e Cosuel. In: XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Ribeirão Preto, 2005.

SIMABESP. Sindicato da Indústria de Massas Alimentícias e Biscoitos no Estado de São Paulo. Disponível em: <http://www.simabesp.org.br>.

SINDAG. Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Agrícola. Disponível em: <http://www.sindag.com.br>.

SINDAN. Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal. Disponível em: <www. sindam.org.br>.

SINDIRAÇÕES. Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal. Disponível em: <http://www.sindiracoes.org.br>.

STERN, L.; EL ANSARY, A. I.; COUGHLAN, A. T. Marketing channels. 5. ed. Prentice Hall, 1996. 576 p.

STOCK, L.A. et al. O produtor de leite brasileiro no cenário mundial. In: XLIII CONGRES­SO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Ribeirão Preto, 2005.

THOMAZINI, R. Leite faz a cabeça do brasileiro. Matéria publicada no site ABCZ, no dia 16 de março de 2004. Disponível em: <http://www.abcz.org.br/revista/2003/materia. php?id=984>.

TIROLE, J. Comments on the paper of Schwart. In: WERIN, WIJKANDER, H. Contract economics. Blackwell, 1992. p. 109-113.

TUPY, O. et al. A ineficiência custo da produção de leite no Brasil. In: XLIII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Ribeirão Preto, 2005.

US Census Bureau. Disponível em: <http://www.census.gov>.

USDA. United States Department of Agriculture. Disponível em: <http://www.usda. gov>.

VALOR ECONÔMICO. Disponível em: <http://www.valoronlme.com.br>. WESTWOOD, J. O plano de marketing, São Paulo: Makron Books, 1996. WILLIAMSON, O. E, The economic institutions of capitalism. New York: Free Press, 1985. WILSON, E. J.; VLOSKY, R. P. Partnering relationship activities: building theory from case study research. Journal of Business Research, v. 39, 1997, p. 59-70.

WOOD, M. B. Marketing planning: principles into practice. Harlow: Prentice Hall, 2004. 379 p.

WRIGHT, E; KROLL, M. K.; PARNELL, J. Administração estratégica: conceitos. Tradução de Celso A. Rimoli e Lenita R. Esteves. São Paulo: Atlas, 2000.433 p. Título original: Strategic management: concepts.

YAMAGUCHI, L. C. T.; MARTINS, P. DO C., C. A. C. Produção de leite no Brasil nas três últimas décadas. O agronegócio do leite no Brasil. Juiz de Fora-MG: Embrapa Gado de Leite. 2001. p. 33-48.

YIN, Robert K. Case study research: design and methods. 6. ed. Sage, 1989.

ZOCCAL, R. O leite que o Brasil precisa. Noticiário Tortuga, São Paulo, p. 4-5,10 set. 2004.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here