Piauí pede decretação de estado de emergência devido a praga Helicoverpa

0
3

20/11/2013

Agência de Desenvolvimento Agropecuário do Piauí (Adapi) pediu que o Governo Federal decrete situação de emergência fitossanitária em 25 municípios do Estado, devido aos prejuízos causados pela praga Helicoverpa armígera. A solicitação deve contemplar 23 cidades da região dos Serrados, na divisa com a Bahia, e outras duas situadas no Centro e Norte do Piauí.

Os danos já foram contabilizados em lavouras de soja, feijão, algodão e milho. O pedido da Adapi foi estendido, em regime de urgência, do Governo do Estado ao Governo Federal. O diretor técnico da Adapi espera que a determinação seja emitida até o fim desta semana.

Para Idílio Moura, com o decreto de emergência fitossanitária, os produtores da região poderão utilizar agrotóxicos específicos para combater a lagarta. “Precisamos da autorização para utilizarmos benzoato de emamectina, por exemplo, para controlar a Helicoverpa na região.  Este produto já é utilizado na Austrália e nos Estados Unidos e a gente espera que o Governo Federal possa facilitar a entrada deste agrotóxico”, ressalta.

Dentre a produção de grãos, o Piauí se destaca pelo cultivo de soja. Para a safra 2013/14 a área destinada para a plantação deve aumentar até 40% em relação a safra passada.

Nesta semana, o Ministério da Agricultura já havia declarado estado de emergência no Mato Grosso em função da praga. A mesma medida também já foi tomada no Oeste da Bahia.

Fonte: Agrolink
Autor: Lucas Rivas