O cultivo de cafezais

0
20

A intercalação de outras plantas dentro do cafezal é aceitável apenas na sua formação, a fim de gerar renda ao cafeicultor enquanto não há a produção de café. As culturas intercalares variam bastante quanto ao prejuízo que podem causar ao cafeeiro.

As principais culturas intercalares, na ordem crescente do prejuízo que podem causar ao cafeeiro são:  feijão, amendoim, soja, arroz, algodão, milho, girassol e mamona.

Capinas

As ervas daninhas podem causar grandes prejuízos ao cafezal se não forem adequadamente controladas.

Contudo, quando o seu crescimento não for excessivo, o seu efeito na lavoura pode ser benéfico, controlando a erosão, contribuindo para manter o nível de matéria orgânica do solo e evitando o aquecimento demasiado deste e sua compactação.

Durante os meses de seca, as ervas invasoras concorrem com os cafeeiros no consumo da água disponível do solo, razão pela qual as lavouras devem ser mantidas, nessa época, livres de qualquer vegetação estranha.

As capinas podem ser manuais, mecânicas ou por meio de herbicidas.

Poda

A poda é uma operação de rotina entre os cafeicultores de vários países. Vários sistemas de poda são empregados e o seu objetivo principal quase sempre é o de promover a renovação dos ramos produtivos ou de limitar o crescimento da planta, para facilidade na colheita.

Desbaste

É feito quando há excesso de brotação no tronco.

Cobertura Morta

É uma prática agrícola que consiste em cobrir todo o solo do cafezal, ou somente a parte exposta à ação dos raios solares, como uma camada de espessura variável de material orgânico, geralmente de capinas, restos de culturas ou resíduos do próprio cafezal, visando:

• Conservação da umidade da parte superficial do solo;

• Enriquecimento de matéria orgânica nas camadas superficiais do solo;

• Aumento no teor de nutrientes do solo;

• Redução das temperaturas diurnas das camadas superficiais do solo;

• Redução do excesso do teor de manganês trocável;

• Redução ou extinção das ervas más da lavoura;

• Controle da erosão.

Pontos negativos:

• Grande quantidade de material necessário à sua execução;

• Custo elevado (transporte e mão-de-obra);

• Aumento da incidência da geada;

• Perigo de fogo.

Fonte: http://www.sebrae.com.br/setor/cafe/o-setor/producao/manejo/integra_bia?ident_unico=120000436

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here