Novas variedades de soja chegam ao mercado

0
6

Kamila Pitombeira
10/08/2011

Melhoradas geneticamente, cultivares apresentam características como ciclo precoce e tolerância ao estresse hídrico

Resistentes a doenças, de ciclo tardio, precoce ou ainda tolerante ao estresse hídrico. São inúmeras as características das variedades de soja modificadas geneticamente que fazem parte do mercado. Elas ganham cada vez mais espaço por se tratarem de cultivares que promovem o aumento da produtividade. No entanto, o produtor deve escolher a variedade que mais se enquadra na sua propriedade, levando em consideração suas características específicas. Apresentadas pela equipe da Tropical Melhoramento & Genética (TMG) durante a Bienal dos Negócios da Agricultura nos dias 11 e 12 de agosto em Goiânia (GO), as variedades de soja TMG 7188 RR, TMG 1187 RR, TMG 1182 RR, TMG 1179 RR serão disponibilizadas aos produtores de grãos e a TMG 1174 RR e TMG 1288 RR aos produtores de sementes.

Segundo Paulo Afonso Watanabe, responsável pela área de produção e multiplicação de sementes da Tropical Melhoramento & Genética (TMG), todos esses materiais são RR, ou seja, transgênicos e resistentes ao glifosato.

O responsável diz que os cuidados de manejo são semelhantes aos exigidos por outras variedades do mercado. No entanto, cada uma dessas variedades têm características específicas e diferentes em relação às outras cultivares presentes no mercado.

— A TMG 7188 RR é o primeiro material lançado do grupo. Ele é transgênico, tardio e resistente à ferrugem. Já a TMG 1182 RR é um material transgênico, resistente ao nematóide de galha, incognita e javânica — afirma Watanabe.

De acordo com ele, a TMG 1187 RR tem se destacado em vários ensaios de diferentes anos, principalmente os que apresentaram estresse hídrico durante o ciclo da lavoura. Portanto, ela conta com certa tolerância ao estresse hídrico quando comparada aos demais materiais.

Já a TMG 1174 RR é um material do grupo super precoce, com ciclo de 95 a 115 dias, que agrega características como resistência ao cisto, além de suportar muitas plantas. De acordo com o responsável, ela também é um material difícil de acamar.

— Esse material é disponibilizado para produtores de sementes. Na próxima safra 2012/2013, ele estará disponível aos produtores comerciais — conta.

A TMG 1288 RR, como explica Watanabe, pertence ao grupo tardio e é destinada a regiões como o norte do Mato Grosso e Nordeste, onde tem se destacado ao longo dos anos, principalmente em regiões onde ocorre o mofo branco. Assim como a TMG 1174 RR, ela está disponível somente aos produtores de sementes, sendo disponibilizada aos produtores comerciais somente na safra 2012/2013.

— A TMG 1179 RR também é resistente ao cisto e estará disponível ao produtor na safra 2011/2012 — completa.

Esses materiais, segundo Watanabe, têm produzido em torno de 10% e 15% a mais que os demais tipos de soja, em torno de 60 sacos por hectare. Ele diz ainda que quanto mais tardio o ciclo, maior o potencial da variedade. Já o preço, de acordo com ele, equivale ao valor dos demais materiais existentes no mercado.

Para mais informações, basta entrar em contato com a TMG através do número (43) 3174-2500 ou (66) 3426-6155.

Fonte: http://www.diadecampo.com.br/zpublisher/materias/Materia.asp?id=24902&secao=Pacotes%20Tecnol%F3gicos&c2=Soja#null

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here