Ministra estuda compensação para fim de taxa antidumping sobre leite em pó

0
0
Couleur (CC0), Pixabay

Publicado em 27/02/2019

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, assegurou que o governo está estudando uma medida compensatória para que as importações de leite em pó da Europa e da Nova Zelândia não prejudiquem o setor lácteo brasileiro. A informação foi dada ao Estadão/Broadcast pelo presidente do Sindicato das Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul (Sindilat-RS), Alexandre Guerra.

O representante do Sindilat participou nesta terça-feira, 26, em Brasília, de reunião com a ministra, juntamente com uma comitiva gaúcha. “Saímos convictos de que esta medida compensatória deva ser anunciada em até 30 dias, pois ela garantiu que a mesma está sendo desenhada pelo governo”, disse. Ao Estadão/Broadcast, Guerra não detalhou, porém, que tipo de medida compensatória seria adotada. “A ministra não revelou, talvez por questões estratégicas”, comentou, acrescentando que se mantém confiante de que “alguma solução será dada”.

Leia a notícia na íntegra no site do Estadão

Fonte Estadão