MG: Uberaba exporta ovinos e caprinos

0
16

Dezesseis municípios mineiros, de diversas regiões, estrearam nas exportações ou voltaram a exportar no mês de setembro deste ano, entre eles Uberaba, que está exportando ovinos e caprinos vivos e Comercinho, no Vale do Jequitinhonha, que está exportando granito. Merecem destaques, ainda, os municípios de São Lourenço, no Sul de Minas, que está vendendo água mineral para o mercado internacional, enquanto Monte Sião, também no Sul do Estado, está comercializando produtos têxteis.

Também entraram na lista de exportadores mineiros, São Gonçalo do Rio Abaixo, Rio Piracicaba, Nazareno, Divisa Alegre, Campina Verde, Tiros, Vargem Grande do Rio Pardo, Bonfinópolis de Minas, Carmópolis de Minas, São Joaquim de Bicas, Sacramento, Conceição do Rio Verde e Carandaí.

A informação é da Central Exportaminas, unidade vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), que realiza mensalmente o Mapeamento das Exportações de Minas Gerais, com base nos dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Conforme os dados divulgados, foram 239 os municípios mineiros que operaram no mercado internacional até setembro, enquanto no Brasil este número atinge 2.285 municípios.

Por outro lado, o principal município exportador de Minas Gerais continua sendo Itabira, e o quarto lugar no Brasil, pelas suas vendas para o exterior de minério e pedras preciosas, com destaque para rubis, safiras e esmeraldas. Os principais países destinos dos produtos de Itabira são China, Alemanha, Japão, Coréia do Sul e Países Baixos (Holanda).

A pauta exportadora de Minas Gerais continua diversificada, com a venda ao exterior de 2.610 produtos distintos. Entretanto, os 10 principais produtos da pauta respondem por mais de 70% das exportações mineiras.

Dentre os principais produtos exportados pelo Estado nos nove meses de 2010, destaque para os minérios, café, ferronióbio, ouro, açúcar, complexos soja e ferro fundido. Os produtos da cadeia minerometalúrgica continuam dominando a pauta exportadora mineira. No entanto, merece destaque citar um novo produto que entrou na pauta de exportações: o sebo bovino exportado por Nanuque, no Vale do Mucuri, assim como ovinos e caprinos vivos (Uberaba) e cerveja (Belo Horizonte).

Minas Gerais manteve-se, até setembro de 2010, como o segundo maior exportador brasileiro, com 17,4% do total exportado pelo Brasil, ficando atrás apenas de São Paulo.

O principal meio de escoamento das exportações mineiras continua sendo o modal marítimo. Dentre os portos usados pelas empresas de Minas Gerais destacam-se os de Vitória, Santos, Sepetiba e Rio de Janeiro.fonte: Jornal de Uberaba


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here