Identificados tipos de arroz colorido mais antioxidantes

0
2
dangtrunghieu (CC0), Pixabay

14/02/2019

Um estudo realizado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), identificou as variedades de arroz de grão preto SCS 120 Ônix e de grão vermelho BRS 902 como sendo aquelas que possuem maior atividade antioxidante. Nesse cenário, a pesquisa comparou amostras do grão integral cozido de quatro cultivares.

Para realizar a pesquisa, os cientistas usaram uma técnica laboratorial para obter extratos fitoquímicos do conteúdo das amostras e após isolaram o fenol, um tipo de composto conhecido nos alimentos que está intimamente ligado à atividade antioxidante. Sendo assim, esse trabalho teve como objetivo identificar quais os compostos que têm a capacidade de prevenir o envelhecimento das células do corpo humano.

Segundo o pesquisador José Manoel Colombari Filho, coordenador do programa de melhoramento de arroz especial da Embrapa, o arroz colorido recebe destaque pela atratividade de seus grãos. Como consequência disso, essas variedades podem ser mais lucrativas para os produtores.

“É por isso que, atualmente, a demanda pelo arroz colorido está crescendo rapidamente. Esse produto é muito atrativo a consumidores que apreciam a alta gastronomia e novas experiências gastronômicas, como também àqueles que buscam uma alimentação saudável, associada muitas vezes à produção orgânica, com alimentos ricos em propriedades nutracêuticas que favorecem a longevidade, com atividades antioxidante, anticarcinogênica, antialérgica, anti-inflamatória e hipoglicêmica”, comenta.

Para a responsável pela pesquisa de tipos especiais de arroz da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), Ester Wickert, gGrãos de pericarpo colorido, preto ou vermelho, têm maior valor de mercado, até porque têm uma produção menor, em termos de área, mas não de produtividade, e têm seu consumo associado à melhor qualidade de vida, uma vez que oferecem maior quantidade de compostos fenólicos, considerados importantes agentes antioxidantes”, conclui.

 

Fonte: Agrolink