Fundesa elabora Diagnóstico do Setor de Abate de Bovinos no RS

0
5

20/11/2013

O Grupo de Trabalho do Fundesa, que prepara o Diagnóstico do Setor de Abates de Bovinos no Rio Grande do Sul esteve reunido nessa terça-feira (19.11), na Farsul, e estabeleceu que a pesquisa a ser feita pela entidade terá como foco os frigoríficos com Inspeção Estadual (Cispoa).

Conforme dados da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio são aproximadamente 250 plantas enquadradas neste critério – entre ativas e inativas. Os questionários serão elaborados com base em questões técnicas que serão levantadas junto a algumas empresas frigoríficas. O diagnóstico tem por objetivo a maior organização da cadeia produtiva da carne no RS.

Conforme o presidente do Conselho Técnico Operacional de Pecuária de Corte do Fundesa, Carlos Simm, “o Rio Grande do Sul tem uma particularidade em relação aos demais estados pois tem três níveis de inspeção, o que pode trazer problemas de entendimento em relação à legislação. E por isso é importante conhecer as dificuldades para organizar a cadeia produtiva.”

O projeto será financiado pelo setor produtivo, indústria e Fundesa. Para a próxima reunião estão convidados os presidentes do Conagro – Conselho do Agronegócio da Fiergs, Marcos Oderich e da Farsul, Carlos Sperotto. As duas lideranças deverão participar para a definição da verba que será usada no financiamento do projeto que será operacionalizado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Ufrgs e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – Senai-RS.

O grupo vai contar com o apoio institucional da Secretaria da Agricultura – Seapa, através do Programa Agregar RS. A próxima reunião deve ocorrer na próxima semana em data a ser definida.

Fonte: Agrolink