Correção dos Solos / Adubação

0
79

Cultura relativamente exigente o trigo requer, para sua nutrição, os elementos minerais nitrogênio (N), fósforo (P2O2) potássio (K20), cálcio (CaO), magnésio (MgO), enxofre (S), boro (B), cloro (CI), cobre (Cu), ferro (Fe), manganês (Mn), molibdenio (Mo) e zinco (Zn). Os mais requeridos são nitrogênio s fósforo.

Através de resultados e recomendações da análise de solos tem-se indicações para uso de corretivos de solo (calcário dolomiticos ou magnesianos) e adubos diversos.

Os calcários são aplicados – metade da dose – antes da aração e a segunda metade antes da 1ª gradagem. O corretivo é aplicado a lanço sobre o solo, de maneira uniforme e incorporado em seguida a, pelo menos 20cm. de profundidade. Esta operação dá-se com antecedencia mínima de 60 dias ao plantio.

Caso não tenha havido recomendações da análise de solo misturas NPK com adubo organico – 4m3 de esterco de aves ou 16m3 de esterco de curral / hectare e 350 Kg de fórmula NPK 4 – 14 – 8 (com superfosfato simples) por hectare é indicação geral de adubação do trigo. Na ausência de adubo orgânico usar 500 Kg da fórmula NPK 4 – 14 – 8.
Para suprir deficiencias mais comuns de micronutrientes – boro, zinco e cobre – utiliza-se de quantidades, de sulfato de zinco, bórax e sulfato de cobre, necessarias para fornecer 3 Kg de zinco, 2 Kg de boro e 2 Kg de cobre ao solo; essas quantidades podem ser adicionadas ao solo misturadas ao NPK.

O adubo é aplicado ao solo – a lanço – pouco antes do plantio e deve sofrer leve incorporação.

Fertilizante FTE também supre o trigo com micronutrientes bem como adubações as foliares.

Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/trigo/trigo-5.php

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here