Conab: PI recebe mais 2,3 mil toneladas de milho para produtores

0
3

12/11/2013

Os municípios de Corrente, Elesbão Veloso, Floriano e São Raimundo Nonato vão receber nos próximos dias mais 2,3 mil toneladas de milho que serão vendidas a criadores da região afetada pela seca a preços subsidiados pelo governo. Nos meses de outubro e novembro o Piauí deve receber um total de 22 mil toneladas do grão.

O programa Venda no Balcão, executado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), foi criado pelo governo para ajudar os criadores que enfrentam dificuldades para garantir a alimentação de seus rebanhos, principalmente na região do Semiárido, a mais seca do Piauí.

Segundo a Conab, na próxima remessa a Floriano receberá mil toneladas de milho, Corrente e Elesbão Veloso, 500 toneladas cada uma, e São Raimundo Nonato, 300. A remessa de 500 toneladas para Campo Maior foi suspensa, mas no próximo carregamento a quantidade será elevada para 700 toneladas.

Os preços praticados nos armazéns da Conab no Piauí são os seguintes: para quem compra até 3 toneladas, o quilo do milho sai a R$ 0,302, menos da metade do preço praticado no mercado; para quem compra de 3 a 6 toneladas, o quilo custa R$ 0,35.

No Piauí, mais de 200 municípios decretaram estado de emergência por causa da seca. Muitos animais já morreram e outros foram vendidos a preços baixos devido a falta de pastos. Com o milho a preço subsidiado pelo governo, eles voltaram a alimentar seus rebanhos, garantindo-lhes a sobrevivência.

O superintendente da Conab no Piauí, Manoel Araújo, informou ao CidadeVerde.com que até maio deste ano haviam 5 mil produtores cadastrados para receber o milho, e atualmente, são um total de 50 mil cadastrados.

Fonte: Cidade Verde