Cladosporiose

0
8

(Cladosporium spp)

Os fungos do gênero Cladosporium são contaminantes comuns das sementes de diversas culturas, inclusive o trigo e o feijão. Esta doença é considerada secundária e de incidência muito baixa, e, portanto, de pouca importância econômica.

Em geral, Cladosporium spp. são patógenos fracos, ocorrendo muitas vezes como saprófitos sobre os tecidos enfraquecidos por outras doenças ou que sofrem de estresse ambiental. Mundialmente, nas análises de sementes é comum a presença de diversas espécies de Cladosporium, predominando as espécies C. cladosporioides e C. oxysporum, mas são sempre consideradas como contaminantes superficiais.

No Brasil, existem registros de incidência nos estados do Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo. Cladosporium spp. são fungos onívoros, considerados saprófitos ou patógenos fracos oportunistas. Existem registros de incidência sobre hospedeiras de mais de 30 famílias de plantas.

Danos: Os sintomas típicos nas sementes são manchas ou crescimentos esverdeados na superfície das sementes, principalmente na zona correspondente ao embrião.

Controle: Por tratar-se de fungos contaminantes de pouca importância, pouco ou nenhum estudo tem sido desenvolvido à procura de fontes de resistência ou tolerância.

Deve-se planejar a semeadura visando evitar a coincidência do período da colheita com o período mais chuvoso, manter um espaçamento maior entre as plantas a fim de evitar alta umidade dentro da lavoura. Além disto, usar sementes sadias, limpas e adequadamente tratadas. Recomenda-se o tratamento das sementes com fungicidas protetores ou sistêmicos.

Fonte:

http://www.agrolink.com.br/agricultura/problemas/busca/cladosporiose_2754.html

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here