China está perto de liberar canola canadense

0
2
szjeno09190 (CC0), Pixabay

25/03/2019

O Canadá está otimista de que pode avançar neste ano em negociações para persuadir a China a permitir a retomada das importações de sementes de canola canadense, disse o primeiro-ministro Justin Trudeau. Canadá e China estão envolvidos em uma disputa sobre tecnologia comercial e de telecomunicações que se multiplicou desde que a polícia de Vancouver prendeu o diretor financeiro da Huawei Technologies, Meng Wanzhou, em um mandado dos Estados Unidos em dezembro.

“Vamos arregaçar as mangas e trabalhar com as autoridades chinesas para demonstrar que a canola deve continuar fluindo com segurança do Canadá para a China. Isso é algo que levamos muito a sério e estamos otimistas de que conseguiremos avançar este ano”, disse Trudeau em uma entrevista coletiva.

A China informou neste mês que suspendeu a liberação das importações de canola da Richardson International, maior exportadora de canola do Canadá para a China. O Conselho de Canola do Canadá agora diz que nenhuma importação está passando. “Estamos descobrindo que os importadores chineses não estão dispostos a negociar novas vendas de sementes de canola em uma época em que esperávamos normalmente”, disse Jim Everson, presidente do grupo.

Os futuros de canola caíram 3,1% na sexta-feira, seu maior declínio diário desde julho de 2018, para uma baixa de duas semanas. Uma porta-voz do ministro da Agricultura, Marie-Claude Bibeau, disse que especialistas em saúde de plantas do Canadá e da China discutiram o assunto esta semana e trocaram informações técnicas.

 

Fonte: Agrolink