Características das borrachas sintéticas

0
278

As características mais relevantes dos grupos mais significativos são apresentados a seguir:

Sigla ou nome Características
BR (polibutadieno) Possui características que complementam as da SBR e da NR na produção de pneus, conferindo maior resistência à abrasão e à degradação, mas aumentando, também, a tendência ao deslizamento em superfície úmida. Por este motivo, só pode ser empregado em mistura com as duas outras borrachas, nunca isoladamente. O BR apresenta as seguintes variedades:— alto cis, com teores de configuração cis entre 92% e 96%;

— baixo cis, com teores entre 36% e 43% de cis; e

— com teores de vinil (polibutadieno obtido por adição 1,2) entre 8% e 70%; representado por ViBR ou VBR ou HVBR para teores de vinil elevados.

EPDM É um tipo particular do grupo de borrachas de etileno-propileno (EPR), adicionadas a um dieno que possibilita a sua vulcanização. Possui três características especiais:— é autovulcanizável, resultando em economia para o transformador final com a eliminação de uma etapa da operação;

— possui excepcional resistência às intempéries; e

— possui capacidade de absorção de cargas como negro de fumo e óleos de extensão em níveis muito superiores aos da maioria das outras borrachas, sem deterioração de propriedades, resultando em formulações de custo bem mais reduzido.

IIR(borracha butílica) Possui uma impermeabilidade excepcionalmente elevada a gases, sendo a borracha preferida na fabricação de câmaras pneumáticas.
IR (poliisopreno) É o equivalente sintético da borracha natural, por possuir uma estrutura química (cis 1,4 poliisopreno) idêntica e apresentar propriedades muito semelhantes.
NBR(borracha nitrílica) Possui excelente resistência aos hidrocarbonetos como gasolina, graxas e solventes minerais. Os tipos de NBR são determinados pelo teor de acrilonitrila na sua composição, que pode variar de 15% a 45%. Quanto maior o teor de acrilonitrila, maior a resistência mecânica e a resistência a óleos e solventes, porém menor a elasticidade e a flexibilidade.
NR A borracha natural pode ser extraída de um grande número de plantas. O tipo derivado da seringueira, hevea brasiliensis, constitui praticamente a única fonte comercial deste material, a tal ponto que é tratado como sinônimo de borracha natural. Outra fonte potencial de borracha natural, semelhante à da hevea, é o guayule, arbusto que ocorre na América do Norte. Os tipos conhecidos por balata e guta-percha não podem ser utilizados em substituição à borracha natural, por possuírem características técnicas inadequadas.
SBR É a borracha de preço mais reduzido entre as borrachas e apresenta uma resistência à abrasão que permite substituir a NR com vantagens na banda de rodagem de pneus. Este produto ainda possui as seguintes subclassificações:— XSBR: SBR carboxilado;

— HS/B: SBR com alto teor de estireno, também representado como HSR;

— PSBR: SBR co-polimerizado com vinil-priridina;

— ESBR: SBR obtido por processo em emulsão; e

— SSBR: SBR obtido por processo em solução.

TPE (elastômeros termoplásticos) É um grupo especial dentro das borrachas e é constituído pelos seguintes tipos:— Poliuretanos — representados por Thermoplastic Polyurethane (TPU);

— Copoliésteres — copolímeros de poliéster (poliéster – sigla TEEs ou Cope);

— Poliolefínicos – são misturas ou ligas poliméricas de polipropileno com EPDM vulcanizado ou não. São representadas pela sigla TPO – elastômeros termoplásticos poliolefínicos. Quando o EPDM é vulcanizado, admite-se uma representação específica para a mistura – Thermoplastic Vulcanizates (TPV);

— Copolímeros em bloco de estireno – Styrenic Block Copolymers (SBC) – com:

  • •butadieno – sigla SBS;
  • •isopreno – sigla SIS;
  • •etileno (ou eteno) – butileno (ou buteno) SEBS; e
  • •etileno – propileno (ou propeno) – SEP.

Informações extraídas do site do BNDES

Fonte: http://www.ced.ufsc.br/emt/trabalhos/borracha/borracha/sintetica_arquivos/caracter2.htm

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here