Brasil e EUA discutem acordo comercial

0
3
rawpixel (CC0), Pixabay

18/03/2019

O Brasil está considerando conceder uma cota de importação de 750 mil toneladas de trigo dos Estados Unidos por ano, sem tarifas, em troca de outras concessões comerciais, de acordo com a agência Reuters. Isso equivale a cerca de 10% das importações anuais brasileiras de trigo e faz parte de um compromisso de duas décadas de importar 750 mil toneladas do cereal por ano livres de impostos.

Além disso, a Reuters informou também que senadores de áreas estaduais dos EUA pediram que as vendas de trigo estejam na agenda, em uma carta ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Sendo assim, eles estimam que essa cota aumentaria as vendas de trigo dos EUA entre US$ 75 milhões e US$ 120 milhões por ano.

Uma autoridade brasileira, que pediu para não ser identificada para falar do assunto, informou para a Reuters que a cota de trigo poderia ser selada durante uma reunião entre a ministra da Agricultura do Brasil, Teresa Cristina, e o secretário de Agricultura dos Estados Unidos, Sonny Perdue, na próxima terça-feira (19.03).

Em troca, o governo brasileiro disse que espera ver um movimento em direção à reabertura do mercado dos Estados Unidos para as importações de carne bovina fresca do Brasil, que foram fechadas após uma polêmica da indústria de embalagem de carne envolvendo inspetores que foram pagos para darem atestados falsos. Neste momento, o presidente da República, Jair Bolsonaro, se encontra no país norte-americano, juntamente com uma comitiva de ministros, para tratar de assuntos de interesse nacional.

 

Fonte: Agrolink