Tripanossomose bovina provoca prejuízos no gado leiteiro

0
21
artesdigitalnp (CC0), Pixabay

“Os produtores chegam a perder 30% do valor comercial do rebanho”

Publicado em 10/05/2019

A tripanossomose bovina é causada por um protozoário do gênero Trypanossoma, que ataca a corrente sanguínea do gado e rouba seus nutrientes. Tem diagnóstico difícil e pode provocar muitos prejuízos aos produtores de leite. A transmissão pode acontecer por moscas picadoras ou vias iatrogênicas, por meio de vacinação com agulha contaminada ou via ocitocina. “Outras vias ainda estão sendo estudadas, mas qualquer tipo de troca sanguínea entre animais tem grande possibilidade de transmissão da doença”, alerta o médico veterinário Alexandre Souza.

A doença causa queda no rendimento na produção de leite, perda de peso na pecuária de corte, e problemas reprodutivos. A anemia também é um sinal. “Os produtores chegam a perder 30% do valor comercial do rebanho. Isso gera expressiva perda econômica, com a morte de animais ou com incidência subclínica e consequente redução de imunidade dos animais”, explica Souza.

Souza também alerta que se o animal tiver tristeza parasitária já é uma forte suspeita de que também pode ter a tripanossomose. “Se o produtor tiver muitos casos ou reincidência de tratamento da tristeza, abortos, eficiência reprodutiva menor do que o ideal ou perda de produção de leite, ele precisa procurar um médico veterinário pois há grande risco de ser tripanosomose”. A doença tem cura e é fácil de ser tratada, desde que com o medicamento correto.

Fonte AGROLINK