Arroba do boi gordo valendo mais na troca em Goiás

0
7
moreharmony (CC0), Pixabay

Publicado em 07/03/2019

A oferta de animais de reposição em Goiás está conseguindo atender a demanda com certa folga, o que causou queda nos preços dos animais mais novos.

Na comparação mensal a cotação do bezerro desmamado (6@) caiu 1,6% e do bezerro de ano (7,5@) recuou 0,7%. Neste mesmo intervalo a pouca disponibilidade de boi gordo para o frigorífico gerou ajustes positivos para arroba, que subiu 1,2%.

Frente a esta conjuntura de arroba “valendo” mais e a reposição “valendo” menos, o poder de compra do pecuarista melhorou na troca com estas categorias.

A troca com o bezerro desmamado, por exemplo, saiu de 1,85 no começo do ano para os atuais 1,90, considerando o preço de venda de um boi gordo de 16,5@. Isto representa uma melhora de 3,0%

Mas para o pecuarista que quer comprar boi magro a relação de troca está pior. A cotação do boi magro subiu mais do que a cotação do boi gordo, diminuindo o poder de compra do invernista.

Nos últimos 30 dias as chuvas foram bem distribuídas no estado, principalmente na região próxima à divisa com o sul de Mato Grosso, onde o acumulado chegou a 300mm.

E para os próximos meses a previsão é de que as chuvas sigam acima da média histórica em grande parte do estado, o que tende a recuperar as pastagens e aumentar a procura por negócios no mercado de reposição.

Fonte Reuters