Manejo Fitossanitário – Controle de Doenças do Cafeeiro

0
114

A broca-do-café, o bicho mineiro, a cochonilha branca, a mosca-das-frutas (Ceratitis capitata e Anastrepha spp.) e o ácaro da leprose (Brevipalpus phoenicis) são as principais pragas do cafeeiro no Brasil, limitando a produção e comprometendo a qualidade do produto.
O Nim, Azadirachta indica, planta da família das meliáceas, é um inseticida e acaricida natural, biodegradável e praticamente atóxico aos mamíferos, peixes, aves. Contém mais de 50 compostos ativos, mas a principal molécula é a azadiractina. Atua também como repelente de postura para os insetos, reduz sua alimentação e crescimento, impede a ecdise (troca de pele), reduz a fecundidade e fertilidade. É permitido pelas certificadoras para uso na agricultura orgânica para controle de pragas e doenças, em substituição aos agrotóxicos, evitando intoxicações e desequilíbrio ambiental.

Em testes de laboratório realizados no IAPAR/Londrina, o óleo emulsionado de Nim e extratos aquosos de sementes e de folhas de Nim causaram mortalidade e outros efeitos negativos sobre todas as pragas do cafeeiro. Esses efeitos somados mostram elevado potencial de utilização no ontrole das pragas. Testes em campo tem comprovado e mostrado que o óleo de Nim é eficiente no controle das pragas do cafeeiro e não afeta os inimigos naturais das pragas, mantendo-as vivas e atuantes na lavoura.

Broca-do-café (Hypothenemus hampei)A broca-do-café, mostrou-se medianamente sensível à ação letal do FloraNeem. Além disso a pulverização tanto do FloraNeem quanto de extratos das sementes e folhas, diminui a perfuração dos frutos, proporcionando redução do número de frutos brocados.

Bicho-Mineiro (Leucoptera coffeella): FloraNeem em doses acima de 0,125% (125mL/100L) quando pulverizado sobre as folhas do cafeeiro, reduziram em cerca de 50% o número de ovos postos pelo bicho-mineiro sobre as folhas.

Além disso, o FloraNeem mostrou ação ovicida por contato. Somando-se o menor número de ovos à ação ovicida do óleo FloraNeem, obteve-se redução de 77% a 89% do número de lagartas eclodidas com a pulverização do óeo nas folhas do cafeeiro a 0,125% e 2,5% respectivamente. O Nim prejudica o amadurecimento sexual do bicho-mineiro: adultos alimentados com solução contendo óleo de nim também colocaram menor número de ovos, com maior percentagem de ovos inviáveis. Solução de mel 10%, com 1mL/L de óleo de Nim reduziu a quantidade de ovos depositados em 87%.

Mortalidade das lagartas: O FloraNeem pulverizado a 1% sobre as folhas causou mortalidade também das lagartas dentro da epiderme das folhas e reduziu as áreas minadas.Além disso, algumas lagartas tivera, deformidades e não conseguiram produzir o pupário, para se abrigar, prejudicando seu desenvolvimento e sobrevivência.

Cochonilha Branca (Planococcus citri)

O FloraNeem também causou repelência, inativação dos indivíduos, atraso no desenvolvimento e mortalidade da cochonilha Planococcus citri.

Importante:

Colocar água no pulverizador, depois o PlusNeem, extrato pirolenhoso puro, sem resíduos de alcatrão e por último o FloraNeem.

PlusNeem é redutor de pH, desalojante e repelente, ideal para misturar ao FloraNeem, pois aumenta sua eficiência no controle das pragas.

Os extratos de Nim não causam intoxicação ao aplicador nem matam os inimigos naturais das pragas. Isso promove maior equilíbrio e período de controle, inclusive das cigarras, praga muito comum atualmente, desencadeado pela aplicação massissa de carbamatos sistêmicos e fungicidas sintéticos (agrotóxicos).

Tratamento Fitossanitário

Controle de Insetos Pragas FloraNeem a 1% : broca-do-café, bicho mineiro, mosca-das-frutas (Ceratitis capitata e Anastrepha spp.) e ácaros

Cochonilha: 0,7 a 1% de FloraNeem.

Controle de doenças no cafeeiro.

*Calda Bordalesa estabilizada pH 7 : Pronta para diluição, não entope bicos, não causa fitotoxicidade nas plantas, é eficiente na prevenção e controle da ferrugem, cercospora e demais doenças do cafeeiro. Pulverizar de 0,75 a 1% ; ou 3,5 L/ha (400 L/ha de calda).

*Bio Silício: fonte de silício de alta pureza (95% SiO2). Aumenta a resistência das plantas a doenças. Ideal para misturar a Calda Bordalesa ou micronutrientes. Uso de 0,5 a 1%

*SUPER S 20: Calda Sulfocálcica, recomendada para desinfestação de pragas e doenças pós colheita. Uso de 2 a 4%, 400L/ha.

*Dicas de nutrição:

Eleve os teores de Cálcio a pelo menos 55% da C.T.C. e o teor de boro a 1mg/dm3 no solo. Utilize calcário calcítico e BORO (ulexita). Não exagere na adubação nitrogenada. Dê preferência ao adubo organomineral que libera os nutrientes aos poucos para a planta, diminuindo os problemas de excessos e deficiências ao longo do ano, aumenta CTC, alimenta microrganismos benéficos, armazena mais água e promove aeração do solo.

Bio Fish: 1L/ha , junto com aplicação dos micronutrientes.

Fonte: /bioorganicaprodutosnaturais.blogspot.com/2009/04/tratamento-fitossanitario-do-cafe-com.html

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here