SECA DO PAINEL (BROWN BAST)

0
62
Pode-se dizer que é um distúrbio das plantas, que as leva ao secamento do painel de sangria, provocado por uma associação de fatores fisiológicos, que ocorrem no interior do sistema laticífero (local onde se origina o látex).Essa enfermidade fisiológica, também conhecida pelo nome de “brown bast”, caracteriza-se pela ausência da exsudação (transpiracão) de látex, seja através de parte do corte de sangria ou através de todo o seu comprimento.
 
Sintomas
 
 
As árvores atingidas pelo secamento mostram, freqüentemente, um fluxo de látex aquoso, com aparecimento de corpúsculos translúcidos, a pré-coagulação do látex sobre a canaleta, que escorre pelo tronco Nos casos mais severos ocorrem rachaduras e descamações na área abaixo do corte.
Atingidos 5% das plantas, é necessário uma cuidadosa análise e revisão do método de exploração empregado.
A doença pode atingir, na fase mais aguda, até 30% das plantas.
 
Etiologia
 
 Seringais onde o sistema de exploração utilizado inclui estimulantes devem ter seus tratos culturais rigorosamente conduzidos.

 Desfolhamentos intensos e freqüentes, causados por doenças ou pragas, adubação ausente ou insuficiente podem levar, rapidamente, as plantas às condições necessárias para a ocorrência de “brown bast”.

Existem hipóteses que correlacionam o secamento do painel com déficit hídrico (falta de água) de áreas com estação seca prolongada. 
 
 Controle
 
Ao aparecimento de plantas com sintomas de anomalia, deve-se suspender a sangria.Para o controle dessas doenças, deve-se demarcar a região seca do painel, efetuando-se cortes horizontais e verticais, do centro da região seca em direção às extremidades da área afetada, procurando isolar a área atingida, por meio de canaletas profundas nas laterais.
 
 Atenção!
 
  No aparecimento de qualquer um dos sintomas, procure um Eng.º Agrônomo de sua região para confirmação e orientação de quais produtos e dosagens a serem aplicados.
 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here