Como usar vacinas de clostridioses em bovinos?

PhotoLizM (CC0), Pixabay

A vacinação contra as clostridioses visa manter os animais em bom estado imunológico com a finalidade de protege-los quando entrarem em contato com os agentes que causam essas doenças.

As clostridioses podem acometer animais de qualquer sexo e de qualquer idade, porém animais mais jovens têm maior predisposição devido seu sistema imunológico não estar plenamente desenvolvido.

Os bovinos têm como característica a baixíssima passagem de anticorpos via placentária, ou seja, os animais nascem sem nenhuma proteção. O colostro é a primeira fonte de anticorpos para bezerros. A defesa adquirida por essa via é chamada de imunidade passiva. Isso significa que o animal adquiriu os anticorpos já prontos. Os ruminantes, quando nascem, ainda não têm o sistema imune bem desenvolvido e só são capazes de produzir sua própria defesa a partir de 15 dias de idade.

Dessa forma, podem-se adotar duas maneiras para proteger os animais jovens. A primeira é vacinando a mãe um mês antes do parto, o que produzirá uma grande quantidade de anticorpos e os transmitirá via colostro para os recém-nascidos. Quando for realizado esse procedimento, recomenda-se iniciar a vacinação dos animais jovens com 60 dias de idade e reforçar 30 dias após a primeira dose. Em animais que nasceram de mães não vacinadas no período pré-parto, é necessário realizar a primeira dose aos 15 dias e reforçá-la 30 dias depois.

Após a vacinação inicial, os animais já possuem uma boa capacidade de defesa, porém só atingirão a plenitude após completarem dois anos de idade. Dessa forma, uma boa medida é vacinar semestralmente os animais até que completem dois anos de idade. A próxima fase é o manejo dos animais adultos, que, recebendo uma dose anual, estarão protegidos contra as doenças clostridiais.

Lembrando que há outras maneiras de conduzir um programa vacinal contra as clostridioses. A melhor maneira é a orientação específica de cada caso por um Médico Veterinário.

Leia mais sobre esse assunto em http://www.biovet.com.br/duvidas-frequentes/pecuaria

Fonte: http://www.biovet.com.br