Conceito de Agronegócio

Nosso objetivo é permitir o entendimento do Conceito de Agronegócio, além de apresentar os principais elementos formadores do agronegócio e como eles se inter-relacionam. Também, apresentar a importância econômica do agronegócio no Brasil.

Recentemente, a agricultura passou a ser vista como um amplo e complexo sistema, que inclui não apenas as atividades dentro da propriedade rural (dentro da “porteira agrícola”) como também, e principalmente, as atividades de distribuição de suprimentos agrícolas (insumos), de armazenamento, de processamento e distribuição dos produtos agrícolas.

Desta forma, passou-se a adotar o termo agronegócio. Isso significa que o agronegócio ultrapassa as fronteiras da “propriedade rural” (agrícola ou pecuária) para envolver todos que participam direta ou indiretamente no processo de abastecer de alimentos e fibras os consumidores.

“Para que possamos entender corretamente a agricultura devemos ter uma visão de sistema coordenado por estágios integrados entre produção (incluindo o fornecimento de insumos para agropecuária), distribuição e consumo. Isso quer dizer que, sob a ótica moderna, o entendimento da agricultura se dá por meio de uma “visão sistêmica” que, na realidade, constitui o agronegócio.” (Mendes, J.T.G.; Padilha Jr.; J.B. Agronegócio. Pearson Prentice Hall)

Agronegócio – Conceito

Entendemos por agronegócio, a totalidade das operações de produção e distribuição de suprimentos agrícolas, das operações de produção nas unidades agrícolas, do armazenamento, do processamento e da distribuição. Ainda devemos adicionar a este conjunto, os serviços financeiros, de transporte, marketing, seguros, bolsas de mercadorias, etc…Todas estas operações são elos de cadeias, que se tornaram cada vez mais complexos.

Como podemos ver na medida que a agricultura está se modernizando, o produto agrícola tem passado a agregar mais e mais serviços, que estão fora da fazenda.

O conceito de agronegócio engloba:

• Fornecedores de bens e serviços para agricultura;
• Produtos rurais;
• Processadores;
• Transformadores e distribuidores;
• Todos envolvidos na geração e no fluxo dos produtos de origem agrícola até chegarem ao produto final.

Além de:

• Agentes que afetam e coordenam o fluxo de produtos (como o governo, os mercados, as entidades comerciais, financeiras e de serviço).


Resumindo:

Podemos melhor entender o agronegócio dividindo-o em cinco principais setores (Fonte: ABAG (Associação Brasileira de Agrobusiness)):

Podemos, ainda, apresentar o agronegócio de outra maneira. (Fonte: Anais do Simpósio da International Agrobusiness Management Association (IAMA), 1992).


Agronegócio –  Importância

O agronegócio é o maior negócio da economia brasileira e também da economia  mundial.

PIB do ano passado: 3,1 trilhões de reais, sendo 26,3% aproximadamente  450 bilhões no agronegócio (70,5% na agricultura e 29,5% na pecuária). O  agronegócio é o maior exportador do Brasil e também o maior gerador de  empregos aproximadamente 37% de todos empregos do País. Responde por mais de 40% das exportações totais  brasileiras, sendo superavitário sistematicamente.

O Brasil é o País com maior potencial em todo o mundo, para aumentar as  exportações de produtos do agronegócio, em especial, os ligados aos alimentos  (in natura e processados) e energéticos, como o álcool e biodisel.

 enviar por email     imprimir    compartilhe: Favoritos