Defensivos

XXX Congresso Brasileiro de Ciência das Plantas Daninhas promove ricos debates sobre o tema

05/09/2016

No evento, Dow AgroSciences trouxe informações sobre manejo correto e tecnologias para eliminar a matocompetição

Na semana de 22 a 26 de agosto, a Dow AgroSciences participou do XXX Congresso Brasileiro de Ciência das Plantas Daninhas, realizado na cidade de Curitiba. O congresso, bianual, é o principal fórum de discussão sobre plantas daninhas no Brasil. São reunidos especialistas nacionais e internacionais, estudantes, consultores e a indústria para um rico debate sobre este problema crescente, promovendo a troca de conhecimento e informações sobre as melhores tecnologias para o controle destas invasoras. Neste ano, o evento ainda contou com apresentações de produtores, que falaram das dificuldades que encontram no campo.

A Dow, que é líder em soluções para a proteção de cultivos neste segmento e tem a inovação como foco, sempre investindo em pesquisa e desenvolvimento de novas propostas para o agricultor, apresentou tecnologias já consagradas para auxiliar no controle de plantas daninhas resistentes, como os ativos Arylex® e Rinskor® e o herbicida Tricea®. A companhia também falou sobre o Sistema Enlist®, uma solução inovadora e extremamente efetiva para que o agricultor enfrente os crescentes problemas de matocompetição no campo, maximizando o potencial produtivo de suas variedades de soja e híbridos de milho.

Além de suas tecnologias, a Dow AgroSciences trouxe informações sobre biotecnologia e herbicidas e conceitos de Boas Práticas Agrícolas para manejo adequado de plantas daninhas, incluindo o tema da resistência, por meio de várias atrações interativas em um espaço de ativação exclusivo. “Os conceitos das Boas Práticas Agrícolas estão extremamente ligados aos assuntos discutidos no Congresso de Plantas Daninhas. Eles promovem a adoção de um manejo adequado para aumento da produtividade de forma sustentável, com otimização de recursos e redução de custos. A integração destas plataformas é fundamental para garantirmos a longevidades das tecnologias existentes”, diz Ana Cristina Pinheiro, coordenadora de Boas Práticas Agrícolas da Dow.

Pesquisadores e executivos da Dow AgroSciences ainda ministraram palestras durante o congresso. Como destaque, Terry R. Wright, da Dow EUA, falou sobre herbicidas mimetizadores da auxina (hormonais), e Marilene Iamauti, diretora de Corporate Affairs Brasil, participou de painel sobre oportunidades para mulheres no agronegócio.

Outro destaque foi o reconhecimento do gerente de R&D da companhia, Rogério Rubin, que recebeu prêmio concedido pela Sociedade Brasileira de Ciência das Plantas Daninhas, organizadora do evento, por sua contribuição para a comunidade científica. “É uma homenagem única receber este prêmio pelo trabalho realizado nos últimos anos. Fiquei muito feliz por terem me escolhido na categoria Indústria pela importância desta premiação para a Sociedade Brasileira de Ciência das Plantas Daninhas”, afirma Rubin.

Fonte: Agrolink