Suinos

XIV SNDS aposta no Nordeste como importante mercado para carne suína

27/07/11 – 16:13
Contribuir para aumento do consumo de carne suína na região é objetivo da ABCS em evento com lideranças da cadeia produtiva, em Salvador, de 3 a 5 de agosto

Fomentar o desenvolvimento da suinocultura e incrementar o consumo de carne suína no nordeste do país são os principais objetivos da Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS) ao organizar o XIV Seminário Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (XIV SNDS) pela primeira vez na região, destacou o diretor executivo da ABCS e um dos organizadores do evento, Fabiano Coser.

“A ABCS quer abrir uma nova fronteira para a carne suína no nordeste, que é a região do país com maior potencial de expansão de mercado. O consumo nordestino é de apenas um terço na comparação com a média nacional”, defendeu Coser. Ele completa que a organização do encontro no Hotel Pestana, em Salvador, na Bahia, faz parte de uma série de ações da entidade para estimular o consumo de carne suína.

“Lançamos o Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS) na Bahia e no Ceará. Agora estamos levando o seminário para a região, que tem grande público consumidor, além das vantagens de estrutura do hotel e da cidade, beleza natural e forte apelo turístico”.

O XIV SNDS vai reunir as principais lideranças do setor para debater o futuro da produção, entre os dias 3 e 5 de agosto. O evento, organizado pela Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS) em parceria com a Associação Baiana de Suinocultura (ABS), vai acontecer pela primeira vez no nordeste do país com a expectativa de recorde de participação de líderes de todos os elos da cadeia produtiva.

“Para este ano, a expectativa é de recorde de presença de líderes da cadeia produtiva”, que atribui esse sucesso a qualidade de público que o evento reúne. “O grande diferencial do nosso evento é reunir tomadores de decisões, teremos a participação de diretores das principais agroindústrias, grandes suinocultores e líderes de todas as associações estaduais, o que significa que teremos os principais atores da cadeia de suínos”.

O evento, consagrado como o mais importante encontro político e setorial, vai destacar as principais perspectivas da suinocultura para os mercados de grãos e carnes, além de debater marketing da carne suína, gestão e conjunturas políticas e econômicas e seus impactos na produção e comercialização de carnes.

Programação

O evento, consagrado como o mais importante encontro político e setorial, vai destacar as principais perspectivas da suinocultura para os mercados de grãos e carnes, além de debater marketing da carne suína, gestão e conjunturas políticas e econômicas e seus impactos na produção e comercialização de carnes.

O Painel “Agronegócio e Produção de Suínos” vai destacar, a partir das 14h30 do dia 3 de agosto, “O futuro da produção de alimentos e o papel do Brasil” com o professor Planejamento e Estratégia da Universidade de São Paulo (USP), Marcos Fava Neves.

Em seguida, o jornalista e comentarista de economia da Rede Globo, Carlos Alberto Sardenberg, vai apresentar “Os cenários para o agronegócio brasileiro”.

Entre os debatedores estarão o secretário da Agricultura da Bahia, Eduardo Salles e o presidente da Federação da Agricultura da Bahia, João Martins. Os debates deste painel serão moderados pelo diretor superintendente da Agroceres PIC, Alexandre Rosa.

O 2º Painel: Desafios da suinocultura para a próxima década será aberto, às 9h30 do dia 4 de agosto, pelo especialista em suinocultura da Integrall Consultoria, Glauber Machado, com a palestra “Pensando na produção de suínos do Futuro”. Em seguida, o jornalista e advogado agroambientalista, Augusto Ribeiro Garcia, vai debater “Integração contratual na suinocultura: o que muda com a regulamentação?”.

Este painel será encerrado pelo engenheiro agrônomo e diretor geral do Instituto de Estudos do Comércio e Negociações Internacionais (Icone), André Nassar. O especialista vai abordar “Barreiras comerciais, Protecionismo e Exportação”. Este painel será moderado pelo chefe-geral da Embrapa Suínos e Aves, Dirceu Talamini, e terá a participação do Diretor de Agropecuária da BR Foods, Luiz Stabile e do Professor de Agronegócio da Unb, Josemar Xavier.

Ainda no dia 4 de agosto, o 3º Painel vai debater “Mercado e marketing para carne suína no Brasil”. Entre as palestras sobre mudanças comportamentais da sociedade, o diretor da ECD consultoria e coordenador de distribuidores especializados em food service, Enzo Donna, vai falar sobre “Refeições fora do lar: uma oportunidade para a carne suína”. O tema “Perfil de compra dos novos consumidores brasileiros” será apresentado pelo sócio-diretor do Data Popular, instituto especializado em consultorias sobre as classes C, D e E, Renato Meirelles.

O consultor de negócios internacionais ligados ao varejo e sócio sênior da Gouvêa de Souza, Alberto Serrentino, vai destacar “Os desafios no varejo de alimentos: como vender mais?”. Este painel terá entre os debatedores, os representantes do Grupo Pão de Açúcar, Marcio Milan e Luiz Baruzzi, do Grupo Pão de Açúcar, além do presidente do conselho executivo do PNDS, Rubens Valentini.

O último Painel terá o tema “Um Brasil de oportunidades”, com debates sobre “Construindo o Amanhã”, com o especialistas em coaching ontológico, Homero Reis, e “O Brasil que dá certo”, com o mestre em Administração pela universidade de Harvard, consultor e conferencista no Brasil e no exterior, Stephen Kanitz.

Serviço:

XIV Seminário Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura

Data: de 3 a 5 de agosto de 2011
Local: Hotel Pestana, Salvador, Bahia
Informações: www.snds2011.com.br
Telefone: (61) 2109-1620

 

Agrolink com informações de assessoria
Fonte: http://www.agrolink.com.br/saudeanimal/noticia/xiv-snds-aposta-no-nordeste-como-importante-mercado-para-carne-suina_133677.html