Volume de exportação de carne cai 38,2% e receita 22,5% em julho

03/08/11 – 00:00
As exportações de carne in natura caíram 38,2% em volume no mês de julho em comparação com o mesmo período do ano passado e atingiram 62,8 mil toneladas. A receita com os embarques chegou a US$ 316,2 milhões, ante US$ 407,8 milhões, recuo de 22,5%. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Os resultados refletem o embargo russo à carne brasileira, segundo fonte do setor.

As vendas externas de carne suína foram as mais prejudicadas na comparação de julho ante junho. No mês passado, a receita com as vendas externas somou US$ 82,4 milhões, queda de 40,8% na relação com os US$ 139,1 milhões de junho. Em volume, a queda foi de 34,7%, passando de 46 mil toneladas para 30 mil toneladas.

As vendas externas de carne de frango in natura tiveram receita de US$ 555,5 milhões em julho, queda de 12,7% ante os US$ 636,4 milhões de junho, parcialmente prejudicada pela diminuição de 2% no preço médio praticado no período, que passou para US$ 2.006/tonelada. Em volume, os embarques totalizaram 276,9 mil toneladas, recuo de 11,1% ante as 310,9 mil toneladas de junho.

De acordo com os dados do ministério, houve recuo nos embarques de carne bovina in natura também em relação ao mês passado. Em volume, a retração foi de 19,2% contra 77,7 mil de toneladas. Já em receita, a queda foi de 17,6% em compração com os US$ 383,9 milhões obtidos em junho.

Já o preço médio por tonelada chegou a US$ 5 mil e apresentou incremento de 25,6% na comparação com o mesmo mês do ano passado e de 2% em relação a junho deste ano. Já as exportações de carne bovina totalizaram US$ 316,2 milhões durante julho, queda de 17,6% ante US$ 383,9 milhões de junho. Em volume, foram embarcadas 62,8 mil toneladas da proteína in natura, recuo de 19,2%.

Em junho, os embarques de bovinos somaram 77,7 mil toneladas. O preço médio por tonelada, por sua vez, aumentou 1,9%, para US$ 5.035.

O desempenho fraco das exportações de proteínas também aparece na análise dos números do mês de julho de deste ano ante julho de 2010. Em receita, as vendas externas de carne suína in natura recuaram 17,4%, 21,5% em volume e 5,2% nos preços médios praticados.

Na mesma base de comparação, as exportações de carne bovina in natura diminuíram 22,5% em receita e 38,2% em volume. Os preços, entretanto, tiveram um alta de 25,6% no período. E as vendas externas de carne de frango in natura aumentaram 2,2% em receita e caíram 14,6% em volume. Os preços médios da carne bovina do período subiram 19,7%.

 

Fonte: http://www.agrolink.com.br/noticias/volume-de-exporta–231—227-o-de-carne-cai-38-2–e-receita-22-5–em-julho_133986.html