Milho

Veranico prejudica lavouras de milho safrinha em Goiás

Estiagem na época de encher a espiga comprometeu desenvolvimento

Fonte: pe360graus.com

O agricultor Ivanor Valiati plantou milho depois que colheu a soja, mas o cereal não teve bom desenvolvimento. A estiagem na época do enchimento da espiga comprometeu a produtividade. A lavoura tem três estágios e Ivanor já sabe que vai perder boa parte da produção. No ano passado, o agricultor conseguiu colher 28 mil sacas na lavoura de 300 hectares. Nesta safrinha, ele aumentou a área para 400 hectares, mas deve colher a mesma produção de 2010.

Em outra propriedade de Rio Verde, o rendimento da safrinha deve ser inferior a cinco mil quilos por hectare, uma perda de até 30 toneladas de um ano para outro.

Aparentemente, a plantação tem até bom aspecto, é possível perceber que a folha está bem verde, mas olhando mais de perto, dá para ver que, esse ano, a produtividade deve ser inferior.

Hélio Marques, gerente da fazenda, explica que o enchimento de grãos foi prejudicado pela estiagem, ele está menor porque faltou água para encher a espiga até o final.

O único atrativo para o produtor nesta safrinha é o preço do milho. A saca de 60 quilos era vendida em 2010 por uma média de R$ 15 no sudoeste goiano. A expectativa é que este ano, a saca seja comercializada acima dos R$ 20.

Fonte: http://www.agrocim.com.br/noticia/Veranico-prejudica-lavouras-de-milho-safrinha-em-Goias.html