Café

Vencedores do Concurso Café Qualidade 2013 serão divulgados nesta semana no PR

29/10/2013

 

A Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, através da Emater, realiza nesta quinta-feira (31), em Cornélio Procópio, um encontro de produtores e representantes de organizações ligadas à cadeia produtiva do café para divulgar os vencedores do 11° Concurso Estadual Café Qualidade Paraná, safra 2013.

A edição do concurso deste ano teve 210 cafeicultores inscritos que concorreram nas categorias Café cereja descascado, Café natural e Microlote da pequena cafeicultura familiar. Depois de disputar os concursos municipais e regionais, 22 lotes chegaram à etapa estadual, com julgamento realizado em Londrina, em 22 e 23 de outubro, por oito juízes, entre eles os extensionistas da Emater Nelson Menoli Sobrinho, Romeu Gair, Joana D’Arc Teixeira de Farias e Osvaldo Martins Rodrigues, além da pesquisadora do Iapar, Maria Brígida dos Santos Sholz.

Os cinco produtores melhor colocados em cada categoria têm garantida a venda dos lotes ao preço pago pela BM&F- Bovespa, acrescido de 25% em aquisição feita pelo Governo do Estado com o apoio dos patrocinadores Banco do Brasil, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Sistema das Cooperativas de Crédito Rural com Interação Solidária (Cresol), (Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep/Senar), Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep), Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Sicredi.

O coordenador estadual do projeto Café da Emater, Cilésio Abel Demoner, explica que o concurso tem como objetivo selecionar e premiar os produtores que obtiveram na safra os melhores resultados, colhendo cafés finos, puro arábica, de sabor e aromas marcantes, utilizando variedades adaptadas às condições regionais. “Esse estímulo à melhoria da qualidade dos grãos colhidos tem a intenção de aumentar a competitividade do produto paranaense nos mercados nacional e internacional”, comenta.

Segundo o coordenador, nos últimos anos a Emater desenvolve várias ações no campo para ajudar o cafeicultor nessa luta em busca da melhoria da qualidade do produto e aumento da produtividade das lavouras. “É um trabalho que envolve todo o processo produtivo, desde o plantio, passando pela colheita, até o preparo dos grãos para o mercado”, comenta Demoner.

DIA DE CAMPO – Em 31 de outubro, véspera da divulgação do resultado do 11° Concurso Café Qualidade Paraná, acontecerá em Congonhinhas um dia de campo com a participação de aproximadamente 200 cafeicultores das dez regiões produtoras de todo o Estado. O evento vai destacar o uso de tecnologias que podem reduzir o uso da mão de obra na lida com a cultura e também baixar custos de produção, como a mecanização, e também aquelas capazes de elevar o nível de produtividade das plantações.

“Vamos discutir com os participantes a relação custo/benefício do processo de mecanização da cultura, o manejo da fertilidade do solo, como condição para o aumento da produtividade, e práticas culturais para lavouras de alta produtividade, necessárias não apenas para a elevação e ou manutenção do rendimento produtivo das plantações, mas também para romper o ciclo bianual da cultura (safra boa a cada dois anos)”, detalha Nelson Menoli Sobrinho, extensionista da Emater de Grandes Rios e um dos coordenadores dos dois eventos.

A Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento e a Emater têm como parceiros na realização do Concurso Café Qualidade Paraná a Associação dos Engenheiros Agrônomos de Londrina, Câmara Setorial do Café do Estado do Paraná, Iapar, Ministério da Agricultura, Prefeitura de Cornélio Procópio, que prestam apoio promocional. Também participam o Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná, Federação da Agricultura do Estado do Paraná, Belagrícola, Viveiro Saragoça, Basf, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná, Café Iguaçú, Pinhalense, Makita, Cocamar, Cocari e Copacol, na condição de parceiros realizadores.

 

Fonte: Agência Estadual de Notícias – Paraná