Variedades

Variedade de trigo reduz em 30% controle químico e tem o dobro de produtividade

29/04/2014

Na Agrishow 2014, o público poderá ver a IAC 385 Mojave, a mais recente variedade desenvolvida pelo Instituto Agronômico (IAC), de Campinas, que reduz em 30% a aplicação de produtos químicos e tem o dobro de produtividade. A IAC 385 Mojave tem potencial produtivo em torno de seis mil quilos por hectare, enquanto as outras em uso no Estado de São Paulo produzem cerca de três mil, exceto a IAC 370, que também atinge o dobro do rendimento. De espigas grandes e alto potencial de inflorescência, responsável pela geração de grãos, o material está sendo plantado em São Paulo e no Rio Grande do Sul.

A aplicação de agrotóxicos nas lavouras da IAC 385 Mojave pode ser reduzida em 30%, no mínimo. A economia resulta da moderada resistência à ferrugem da folha, às manchas foliares causadas por helmintosporiose e à brusone – consideradas as principais doenças do cereal. “Geralmente, o produtor faz de duas a três aplicações de agrotóxicos nas lavouras. Com essa moderada resistência, são necessárias apenas duas, em condições propícias de clima e solo”, explica o pesquisador do IAC, João Carlos Felício.

A IAC 385 Mojave tem características de trigo melhorador, é usado para fabricação de pães especiais — como pão de forma e panetone — e para melhorar outras farinhas de qualidade inferior. “O que determina a qualidade da farinha é a quantidade de glúten e a força de estabilidade da massa. Essa variedade contém 31% de glúten úmido, o que é muito bom e confere estabilidade da massa, no mínimo, de 14 minutos”, explica o pesquisador.

Essas características correspondem ao tempo em que a farinha resiste nas máquinas para o processo de fabricação do pão, por exemplo. “Se os grãos de trigo não têm essa característica, quando for bater a massa para fazer alguma receita, ela vai ficar elástica, parecendo um chiclete e isso não é bom para o resultado final do produto, pois o miolo do pão apresenta muita umidade”, explica Felício.

Miolo branco atrai consumidor

Os moinhos preferem o trigo que rende farinha branca, pois esta é a preferência do consumidor de pão. O Minolta, aparelho que classifica a cor, registra variações de zero (cor preta) a 100 (branca). A variedade IAC 385 Mojave tem classificação 94, o que lhe garante alto potencial para coloração branca. “Entre 92 e 94 na escala, o trigo é branco, menos que isso a farinha já é um pouco avermelhada. Desconheço uma variedade no mercado que esteja acima desse valor atingido pela IAC 385 Mojave”, ressalta.

Fonte: IAC