Pecuária

Uso eficiente do equipamento de ordenha para cabras leiteiras

Cuidados com a saúde e o manejo de animais, assim como cuidados com o funcionamento e limpeza dos equipamentos são atitudes importantes para obter a produção de leite com qualidade. O produtor que efetua boas práticas sanitárias e de manejo dos animais produzirá um leite com características microbiológicas e organolépticas ideais. Ordenar leite de cabras sadias com um equipamento de ordenha desregulado, ou até mesmo em bom funcionamento, porém sujo, causará danos à saúde do úbere.

A Embrapa Caprinos recomenda que devido o sistema de ordenha deve ser feito de uma estrutura fixa e de difícil remodelamento, sendo o planejamento executado bem antes de sua construção. Localizado próximo aos lotes de cabras em lactação, o sistema de ordenha possui a sala de espera que é utilizada pelas cabras que aguardam a entrada na sala de ordenha que é o local onde o leite é coletado. Nas salas de ordenhas mais modernas, as cabras são dispostas em ambos os lados do fosso dos ordenhadores. Já as áreas de serviços são destinadas para as salas de máquinas, salas de resfriamento para estocar o leite, depósito de materiais de manutenção, detergentes e soluções.

A ordenha é uma operação que não pode sofrer atrasos. Por este motivo, o sistema de ordenha e seus equipamentos devem ser confiáveis e de fácil reparo em caso de quebra. Caso a capacidade da sala aumente pela automação ou mecanização de algumas operações, a complexidade e o requerimento de manutenção de todo o sistema também sofrerá aumento.

Fonte: http://www.diadecampo.com.br/zpublisher/materias/Materia.asp?id=19673&secao=Pacotes%20Tecnol%F3gicos