Defensivos

Uso de agrotóxicos foi debatido por agricultores de Porto Mauá

20/07/2017

Em Porto Mauá, no noroeste do Estado, as 24 famílias beneficiárias da Chamada Pública de Agroecologia, executada pela Emater/RS-Ascar, com recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), participaram de programação técnica desenvolvida na comunidade de Campo Alegre, na quarta-feira (12/07). Juntos com os extensionistas do escritório municipal da Emater/RS-Ascar de Porto Mauá Leni dos Santos Froelich, Germano Buttow e Charles Reidel Fernantes, os agricultores debateram a utilização de agrotóxicos na região. Na ocasião, também participaram de uma oficina sobre poda de frutíferas e de atividade de troca-troca de sementes crioulas.

– “Estamos atendendo à demanda apresentada pelos agricultores nas etapas de planejamento, enfocando a importância da gradativa diminuição do uso de agrotóxicos, e com isso levando a excelência na produção de alimentos de qualidade para a família e possibilitando a venda de excedentes” -, explicou o engenheiro agrônomo Germano Buttow.

De acordo com a extensionista social Leni Froelich, foi enfatizada a importância da produção de alimentos para as famílias e o – “benefício que os alimentos trazem se bem produzidos, em um solo bem manejado e com os cuidados necessários de saúde” -. Já o técnico em agropecuária Charles Fernantes destacou que – “a oficina de troca-troca de sementes crioulas atende à necessidade de preservar essas espécies para que não se perca a qualidade deste material genético” – .

A oficina de poda de frutíferas foi realizada na segunda parte do evento técnico na propriedade de Valdomira Dal Pai e abordou os temas do manejo, poda e uso das caldas protetoras bordalesa e sulfocálcica.

No encerramento da atividade, o grupo de agricultores de Porto Mauá sugeriu a realização de excursões técnicas até o final do ano, quando se concluirá a Chamada Pública da Agroecologia na região.

– “Nossa avaliação é a de que o encontro foi excelente devido à troca de experiências e efetivo debate sobre a utilização de agrotóxicos nas propriedades rurais” – , declarou Buttow.

Chamada Pública
O Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural para Promoção da Agricultura Familiar Agroecológica, Orgânica e Agroextrativista (Chamada Pública da Agroecologia) é desenvolvido desde março de 2015, com 388 famílias de 37 municípios da região administrativa da Emater/RS-Ascar de Santa Rosa, entre eles o município de Porto Mauá. O Programa prevê ações individuais e comunitárias até o final de 2017, com o objetivo de promover a agricultura de base agroecológica.

Fonte: Emater – RS