Pecuária

Uso da Genética zebuína aumenta lucro na pecuária

31/07/2015

Este é um dos temas do 9º Congresso Brasileiro de Raças Zebuínas, programado para 17 a 19 de agosto de 2015, em Uberaba (MG).

Uma fazenda em Barra do Garças (MT), que investe em ciclo completo, tem margem de R$ 1.926,00 por hectare. Outra, na mesma região, tem lucro de apenas R$ 32,42 por hectare. Qual a diferença entre eles? Por que um projeto tem resultado econômico tão superior ao outro? A resposta é o uso de genética.

Essa é uma das conclusões de inédito estudo do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, realizado a pedido da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) que comparou os resultados obtidos por propriedades que têm rebanhos (bovino de corte ou de leite) com genética zebuína provada e outras consideradas típicas (ou modais).

Segundo Sergio De Zen, professor da Esalq/USP e pesquisador do Cepea e responsável pelo trabalho, “a pesquisa comprovou o ganho de produtividade da fazenda como um todo, o que é especialmente importante no contexto de valorização da terra e de necessidade de melhor aproveitamento de todos os recursos naturais”.

De Zen detalhará a contribuição da genética zebuína na pecuária em sua apresentação no 9º Congresso Brasileiro das Raças Zebuínas, no dia 18 de agosto de 2015, a partir das 8h, no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG).

O Congresso ocorrerá simultaneamente à 8ª Expo-Genética e discutirá, entre outros temas, os avanços na pecuária zebuína relacionados a produção, sustentabilidade, genômica e produtividade, entre outros tópicos.
“A ExpoGenética e o Congresso Brasileiro das Raças Zebuínas se tornaram referências sobre as novidades e atualizações relacionadas à pecuária zebuína no país. Assim, os dois eventos devem receber produtores, técnicos, especialistas e consultores de todas as regiões e também do exterior, transformando Uberaba, mais uma vez, na capital do zebu mundial”, ressalta Luiz Claudio Paranhos, presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), organizadora dos eventos.

PROGRAMAÇÃO OFICIAL – 9ª Congresso Brasileiro das Raças Zebuínas

17 de agosto (2ª feira)

Genética e Sustentabilidade

8h – Abertura oficial

8h30 – Dimensões da sustentabilidade na pecuária brasileira: desafios e oportunidades. Geraldo Bueno Martha Júnior – Coordenador-Geral do Sistema Embrapa de Inteligência Estratégica – Agropensa

10h – Intervalo

10h30 as 12h – Mesa redonda

Moderador: Luiz A. Josahkian – ABCZ

Participantes: Fabyano Fonseca e Silva – UFV

Fernando Flores Cardoso – Embrapa Pecuária Sul

José Aurélio Garcia Bergmann – UFMG

Henrique Torres Ventura – ABCZ

18 de agosto (3ª feira)

Genética e Economia

8h30 – O que a genética pode agregar de valor na produção animal?

Sérgio De Zen

Professor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – ESALQ/USP

10h – Intervalo

10h30 às 12h – Mesa redonda

Moderador: Juan Lebrón Casamada – ABCZ

Participantes: Sérgio de Zen – ESALQ

Lenira El Faro Zadra – Instituto de Zootecnia – APTA

Urbano Abreu – Embrapa Pantanal

Carlos Henrique Cavallari Machado – FAZU

19 de agosto (4ª feira)

A Genômica na seleção das raças zebuínas.

8h – Estado da arte da seleção genômica nas raças zebuínas de corte e os desafios futuros.

Luciana Correia de Almeida Regitano – Pesquisadora da Embrapa Pecuária Sudeste

9h15 – Estado da arte da seleção genômica nas raças zebuínas leiteiras e os desafios futuros.

Maria Gabriela Campolina D. Peixoto – Embrapa Gado de Leite

10h30 – Intervalo

11h às 12h – Mesa redonda

Moderador: Luiz A. Josahkian – ABCZ

Participantes:

Luciana Correia de A. Regitano – Pesquisadora da Embrapa Pecuária Sudeste

Maria Gabriela Campolina D. Peixoto – Embrapa Gado de Leite

Vânia Maldini Pena – CBMG

Aníbal Eugênio Vercesi Filho – Instituto de Zootecnia – APTA

Informações adicionais: www.abcz.org.br

Fonte: Agrolink