Soja

USDA: Expectativas médias apontam redução na produção de soja e milho dos EUA

Publicado em 08/10/2015

O novo relatório mensal de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) chega nesta sexta-feira, 9 de outubro, e as maiores expectativas neste mês são sobre o tamanho da safra de grãos 2015/16 dos Estados Unidos.

Assim, como acontece mensalmente, as consultorias privadas e sites de notícias trazem suas projeções para os novos números e o mercado, analisando-as, caminha testando os dois lados da tabela, com os traders se posicionando antes da chegada dessas informações.

“O mais chocante sobre esse relatório de outubro seria vermos os novos números fora do range das expectativas pré-relatório”, disse o analista sênior do portal internacional DTN The Progressive Farmer.

Produção e produtividade dos EUA

A nova safra norte-americana de soja está sendo estimada para algo entre 97,7 milhões e 108,56 milhões de toneladas, com média de 105,74 milhões. Em setembro, a colheita foi projetada pelo USDA em 107,09 milhões.

No caso do milho, as projeções variam de 331,49 milhões a 350,49 milhões de toneladas, contra o número de 345,08 milhões do boletim anterior. A média das expectativas para o cereal é de 341,93 milhões de toneladas.

O rendimento médio esperado para a soja é de 53,17 sacas por hectare, ligeiramente abaixo das 53,4 estimadas em setembro. As expectativas dos traders variam de 48,75 a 54,42 sacas por hectare.

Já para o milho, a produtividade está sendo esperada para ficar entre 170,4 e 179,5 sacas por hectare, com média de 176,12 sacas. No reporte do mês passado, o rendimento do cereal veio em 177,27 sacas por hectare.

Estoques dos EUA

Os estoques finais esperados para o milho têm média de 38,05 milhões de toneladas, com as projeções oscilando entre 28,7 milhões e 44,45 milhões de toneladas. No reporte anterior, os estoques finais do grão nos EUA foram estimados em 40,44 milhões de toneladas.

Área Plantada

São esperadas ainda mudanças, meio que leves, nos números da área colhida com soja e milho nos Estados Unidos.

No caso da oleaginosa, as expectativas são de 33,27 milhões a 33,99 milhões de hectares, com média de 33,55 milhões e frente aos 33,79 milhões estimados em setembro.

Já para o cereal, a média esperada é de 32,74 milhões de hectares frente aos 32,82 milhões reportados no relatório do último mês. As expectativas variam de 32,58 milhões a 32,94 milhões de hectares.

Cenário Mundial

O USDA poderia trazer ainda mudanças no quadro mundial dos estoques finais, de acordo com as expectativas da DTN.

Para a soja, o volume esperado fica entre 82 milhões e 86,5 milhões de toneladas, com média de 84,6 milhões. Em setembro, os estoques vieram em 85 milhões de toneladas e, na temporada 2014/15, foram de 78,7 milhões de toneladas.

No caso do milho, as expectativas estão em um intervalo de 181,7 milhões a 193 milhões de toneladas, assim, com média de 189,2 milhões de toneladas. No reporte anterior, os estoques mundiais do cereal foram projetados em 189,7 milhões e, no ano comercial anterior, ficaram em 197,2 milhões de toneladas.

Fonte: Notícias Agrícolas