Curiosidades

União reconhece emergência de 26 cidades gaúchas

Publicado em 15/10/2015

O Ministério da Integração Nacional reconhece a situação de emergência de 26 cidades do Rio Grande do Sul após pedido do governo gaúcho, em função dos estragos causados pelos temporais dos últimos dias. O Diário Oficial da União publica o decreto de emergência nesta quinta-feira (15).

Em vigor já nesta quinta, o decreto possibilita maior facilidade de acesso a recursos para os municípios mais afetados, que são Alvorada, Alegrete, Agudo, Caçapava do Sul, Cachoeira do Sul, Cambará do Sul, Campestre da Serra, Candiota, Dona Francisca, Eldorado do Sul, Itaara, Joia, Júlio de Castilhos, Manoel Viana, Mata, Miraguaí, Montenegro, Nova Esperança do Sul, Nova Palma, Rosário do Sul, Santa Maria , Santiago, São Jerônimo, São Sebastião do Caí , São Gabriel e Silveira Martins.

“Agiliza o processo e permite a busca dos recursos como o Bolsa-Família, FGTS, Pronaf, Proagro, e facilita porque você não precisa fazer a licitação. Então ajuda a todos se incorporarem em um processo com maior facilidade”, afirmou o governador José Ivo Sartori quando assinou o decreto.

De acordo com a última atualização da Defesa Civil, subiu para 60 o número de cidades atingidas pela chuva nos últimos dias no Rio Grande do Sul.

Leia a notícia na íntegra no site G1 – RS.

Temporal de granizo atinge o RS e danifica casas

O temporal previsto para a tarde desta quarta-feira (14) acabou se confirmando. Em diversos pontos do Rio Grande do Sul, a chuva veio acompanhada por granizo. As regiões Central e Metropolitana foram as mais atingidas. A cidade de Sapucaia do Sul, localizada a 20 quilômetros de Porto Alegre, registrou volume intenso de pedras de gelo (veja no vídeo acima).

No interior de Restinga Seca, na Região Central, pelo menos nove comunidades foram atingidas pelo temporal de granizo. O prefeito do município, Mauro Schünke, afirmou que as pedras tinham o tamanho de ovos de galinha e caíram nas localidades de Jacuí, Pedregulho, Passo das Tunas, Bom Retiro, Aparecida, Campo Novo, Boqueirão da Estiva, Araçá e Espigão. A cidade já tinha assinado decreto de situação de emergência mesmo antes da chuva de granizo. E os estragos com as chuvas já eram de R$ 8 milhões.

Outro município bastante atingida foi Cachoeira do Sul, também na Região Central do Estado (assista no vídeo abaixo). Segundo a Defesa Civil, pelos menos 100 casas foram atingidas principalmente na região rural de Enforcados. As pedras perfuraram telhados e destruíram lavouras.

Leia a notícia na íntegra no site G1 – RS

Fonte: G1 – RS