Defensivos

União Europeia não renova autorização de fungicida picoxistrobina

05/09/2017

Os países-membros da União Europeia (UE) não vão renovar a autorização da picoxistrobina, ingrediente ativo de fungicidas. Ainda está sendo decidido se o cancelamento já valerá a partir do próximo dia 30 de novembro de 2017 ou se será concedido um período de carência até 30 de novembro de 2018.

A picoxistrobina pertence ao grupo químico das estrobilurinas, que são inibidores da quinona externa e tem propriedades preventivas e curativas melhoradas em comparação com a azoxistrobina para certas culturas. No Brasil esse ingrediente ativo está presente em produtos como o Aproach Prima, Oranis e Vessarya, da DuPont, bem como do Cronnos e Horos, da Adama (de acordo com dados do AgrolinkFito).

De acordo com a Comissão Europeia, foram identificadas algumas “preocupações sobre a picoxistrobina durante a sua avaliação de renovação”. Uma delas seria o alto risco para organismos aquáticos e minhocas expostas ao ingrediente ativo, bem como para mamíferos que consomem vermes de terra expostos ao metabolito IN-QDY63.

Fonte: Agrolink