Tabaco poderá fazer bem à saúde

07/03/2018

Pesquisadores do Instituto de Biologia Celular e Molecular, parte da Universidade Politécnica de Valência, junto com o Conselho Nacional de Pesquisa Espanhol, estão coordenado o projeto Newcotiana, uma iniciativa de pesquisa e inovação financiada pela União Europeia que faz uso de novas tecnologias de melhoramento de plantas para produzir medicamentos, cosméticos e outros produtos com valor agregado.

O tabaco é um cultivo usado para produzir cigarro. Apesar dos malefícios do cigarro à saúde humana, as plantas de tabaco podem ser usadas para trazer benefícios à saúde. Esse é o objetivo do projeto Newcotiana, que propõe aplicar novas técnicas de melhoramento de alta precisão para converter as folhas de tabaco em biofábricas em substâncias promotoras de saúde como agentes para rejuvenescimento ou anti-inflamatórios, bem como medicamentos como vacinas e anticorpos.

As técnicas incluem o CRISPR, também conhecida como editor de genoma, que oferece oportunidades sem precedentes para melhorar os cultivos. Outros pesquisadores incluirão técnicas de transplante e transferência de genes transitórios. “Nós vamos gerar novas variedades de tabaco que funcionarão de forma segura como biofábricas para colher substâncias médicas de alto valor agregado”, explica Diego Orzáez, pesquisador do Instituto e coordenador do projeto Newcotiana.

Ao explorar novas técnicas de melhoramento, se crê que o Newcotiana deve contribuir para revitalizar o cultivo tradicional de tabaco criando novas formas de uso, reavivando regiões rurais. Segundo Orzáez, “o consórcio vai desempenhar experimentos para avaliar a eficiência e segurança das técnicas, dando a indústria figuras políticas relevantes e consumidores com testes que facilitarão a decisão de trazer as técnicas à Europa. Estes objetivos científicos da Newcotiana são ambiciosos bem como resolver uma série de problemas técnicos, nós percebemos que muitas exigências regulatórias devem ser levadas em conta, bem com começar uma conversação com os órgãos interessados e o público em geral”.

O Newcotiana é um projeto de € 7,2 milhões que é feito através de uma parceria com oito países europeus e com a Austrália.

 

Fonte: Agrolink