Defensivos

Syngenta lança fungicida Plenaris para tratamento de sementes

23/05/2017

A Syngenta anunciou nesta terça-feira (23.05) o lançamento do Plenaris, um fungicida para tratamento de sementes no controle de mofo, ou míldio (Plasmopara halstedii) em girassol. O produto é formulado à base de oxathiapiprolin, uma molécula de propriedade da DuPont licenciada para a companhia suíça.

De acordo com a Syngenta, trata-se de uma novidade química com um inédito modo de ação para o controle de doenças fúngicas causadas por oomycetes. A Plasmopara halstedii é a principal doença das sementes de girassol, causando severos atrasos de desenvolvimento, descoloração das folhas e redução no crescimento das raízes. As plantas de girassol infectadas por esse tipo de mofo não formam uma cabeça em flor e, consequentemente, reduzem severamente seu rendimento.

“A Syngenta é líder mundial em girassol, e com nossas inovações no portfólio de tratamento de sementes, estamos orgulhosos de apoiar os esforços dos multiplicadores de sementes de todo o mundo em sua luta contínua contra as mais importantes doenças de sementes, bem como ajudar a proteger os rendimentos dos produtores e seus investimentos”, afirmou Ioana Tudor, diretora global de Tratamento de Sementes da Syngenta.

O fungicida Plenaris será comercializado primeiro nos Estados Unidos neste ano, e em seguida na Argentina. No Brasil, a molécula oxathiapiprolin foi registrada em Abril de 2014 pela DuPont. A raça fisiológica de Plasmopara halstedii ocorreu em plantas de girassol coletadas no campo experimental da Embrapa Soja, em Londrina (PR), em 1998, 2001 e 2002.

Fonte: Agrolink