Suinos

Suínos: Abertura do mercado japonês será marcada com reunião entre empresas de SC e importadores em Tóquio, nesta semana

24/06/13

A abertura do Japão à carne suína brasileira, oficializada em 30 de maio, será o ponto central de uma série de eventos em Tóquio, nesta semana, com a participação de representantes do governo e do setor privado. A Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (ABIPECS) será representada por seu presidente, Rui Eduardo Saldanha Vargas.

“A abertura do mercado japonês é a mais importante, pois se trata do maior importador mundial e servirá de alavanca para  abrirmos o segundo principal importador, a Coreia do Sul”, diz Vargas, que viaja hoje para Tóquio.

O Japão importa em média 1,2 milhão de toneladas anuais de carne suína. A Coreia do Sul compra aproximadamente 700 mil toneladas/ano.

O principal evento sobre a carne suína brasileira acontece no dia 28, sexta-feira. O seminário “A Carne Suína de Santa Catarina/Brasil no Japão” será promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), pelo Sindicato das Indústrias de Carnes e Derivados de SC (Sindicarne), governo estadual e embaixada brasileira em Tóquio.

O governador de SC, Raimundo Colombo, abrirá o evento, no qual falarão o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, Rui Vargas, da ABIPECS, Ricardo de Gouvêa, diretor do Sindicarne, Wilson Mello, vice-presidente da BRF, João Paulo Poppi, gerente regional do Banco do Brasil no Japão, representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e do Ministério das Relações Exteriores. No evento, haverá uma sessão de ‘networking’ entre importadores japoneses e empresas de SC.

Fonte: Abipecs