Suinos

Ventilação para galpões de maternidade – Por Bruno Pimenta

Os galpões de maternidade sempre foram climatizados com sistemas de ventilação individualizada. A complexidade em se conseguir resultados satisfatórios está no fato de que temos duas categorias animais com necessidades bastante distintas no mesmo ambiente (leitões e fêmeas).

A ventilação individualizada na maternidade apresenta a vantagem de proporcionar ar frio apenas para a porca e trabalhamos com a mesma vazão de ar considerada no galpão de gestação (350m3 /hora). A desvantagem é que não conseguimos uniformidade na distribuição do ar resfriado ao longo do galpão, além disto, um deslocamento no duto de saída pode direcionar o ar para a cadeia mamária da porca e afugentar os leitões no momento da alimentação.

A ventilação tipo túnel em maternidade sempre esteve em pauta nas discussões sobre climatização para suínos. O grande motivo de preocupação estava na possibilidade de prejudicarmos o conforto térmico dos leitões e inibirmos a saída dos animais do escamoteador.

A vantagem em se trabalhar com esse sistema é proporcionar uma excelente distribuição do ar ao longo do galpão, o que também favoreceria o conforto dos colaboradores responsáveis pelos galpões. Há necessidade de maior atenção em relação ao manejo dos leitões e é recomendável que os escamoteadores tenham piso aquecido. Já existem empresas utilizando o sistema com sucesso e o custo do projeto tende a ser menor em comparação com o sistema anterior.

As duas soluções apresentam vantagens e desvantagens que devem ser avaliadas e aplicadas de acordo com as características técnicas e econômicas de cada empreendimento suinícola.

Por Bruno da Silva Pimenta – médico veterinário Munters Brasil
bruno.pimenta@munters.com

Publicação Exclusiva: Suinocultura Industrial

Fonte: http://www.suinoculturaindustrial.com.br/PortalGessulli/WebSite/Noticias/ventilacao-para-galpoes-de-maternidade-por-bruno-pimenta,20110527122210_P_098,20081118090848_V_206.aspx