Suinos

Criação em família gera menos estresse em leitões

Um sistema alternativo para a produção de suínos vem sendo desenvolvido pela Embrapa Suínos e Aves desde 2008. Em pequenas propriedades, de até 60 matrizes, os animais são mantidos em família do nascimento à terminação, o que oferece menor nível de estresse e a consequente redução, ou até mesmo a retirada total, de antibióticos e antimicrobianos que evitam a ocorrência de doenças. Com duração até metade de 2011, o projeto indica aos agricultores familiares uma escala de produção diferenciada do sistema intensivo industrial.

O pesquisador Nelson Morés explica que em criações convencionais são encontradas certas enfermidades, conhecidas como doenças de rebanho. Entre elas, estão as pneumonias e diarréias. Por conta disso, ao manter os leitões unidos depois do desmame, que ocorre por volta dos 28 dias de idade, é reduzida a transmissão horizontal de agentes infecciosos. Morés conta que a criação de diferentes crias na mesma baia provoca a necessidade de hierarquia entre os animais, o que gera o estresse, grande facilitador para o desenvolvimento de patogenias.

“No projeto sem a utilização de remédios preventivos de doenças temos o desempenho dos animais em termos de conversão alimentar e taxa de mortalidade semelhantes aos melhores resultados de integrações da região Sul. Para as avaliações patológicas, especialmente de problemas pulmonares, foi detectada menor incidência”, comenta o pesquisador da Embrapa, ressaltando que outros dados chamam a atenção. A média de abate e a qualidade da carne são superiores aos sistemas convencionais.

O suinocultor deve ficar atento ainda à densidade populacional na unidade produtiva e à lotação por metro quadrado. Com o aumento dos espaços, é possível diminuir a quantidade de animais por área, o que desmoraliza problemas sanitários. Porém, vale lembrar que esse modelo alternativo é recomendável para granjas de médio e pequeno porte, visto que existe um cuidado maior com os suínos.

Para maiores informações, basta entrar em contato com a Embrapa Suínos e Aves pelo telefone (49) 3441-0400.

Portal Dia de Campo

Fonte: http://www.suinoculturaindustrial.com.br/PortalGessulli/WebSite/Noticias/criacao-bemb-familia-gera-menos-estresse-em-leitoes,20101220134256_X_189.aspx