Suinos

Suíno Vivo: São Paulo inicia a semana sem referência de preços

Publicado em 15/03/2016

Nesta terça-feira (15), as cotações para o suíno vivo ficaram estáveis nas principais praças de comercialização.  Em São Paulo, a bolsa de suínos não fechou referência para a semana, segundo informou a APCS (Associação Paulista de Criadores de Suínos). Na anterior, os negócios estavam entre R$ 66 e R$ 68/@ – o mesmo que R$ 3,52 a R$ 3,63/kg-, inclusive com algumas vendas com o maior valor.

Já em Minas Gerais, excepcionalmente não houve a bolsa de suínos do estado. Por outro lado, a ASEMG (Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais) aponta que vai manter a referência anterior, que é de R$ 3,50 para o quilo do vivo, tanto para o estado mineiro quanto pra Goiás. O valor deve valer até a próxima segunda-feira (21).

Já no fechamento anterior, o Rio Grande do Sul também havia atualizado a referência de negócios para o estado, que assim como nas demais regiões fechou com estabilidade. A pesquisa semanal divulgada pela ACSURS (Associação dos Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul) aponta que os preços médios pagos aos produtores gaúchos continuaram em R$ 3,36/kg. Para os produtores integrados, a média estadual segue em R$ 2,88/kg.

Diante deste cenário, a Scot Consultoria aponta que a tendência para os próximos dias é de estabilidade, visto que a segunda quinzena do mês é a de menor consumo. “Para os próximos dias, a expectativa é que a demanda deva começar a reduzir, e os preços tendem a se estabilizar”, aponta a consultoria.

» Confira na íntegra as cotações para o suíno vivo

Por: Sandy Quintans
Fonte: Notícias Agrícolas