Suinos

Suíno Vivo: PR acompanha SP e RS e registra queda de preços

Publicado em 08/10/2015

Nesta quinta-feira (08), as cotações para o suíno vivo voltaram a apresentaram recuo. No Paraná, os preços cederam 1,34%, com o quilo valendo R$ 4,42/kg. Na última semana, a praça já havia apresentado desvalorização na referência, justamente em um momento de recuperação do mercado.

Esta não foi a única baixa da semana, visto que São Paulo e Rio Grande do Sul já haviam reduzido suas referências.  Na praça paulista, a redução foi de 3,41%, em que a arroba é negociada entre R$ 83,00 a R$ 85,00/@ – o mesmo que R$ 4,43 a R$ 4,53/kg. No Rio Grande do Sul, a pesquisa semanal da Acsurs (Associação dos Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul) definiu a média de preços para a semana em R$ 4,20/kg, um recuo de 0,71%.

Analistas esperavam que com a virada do mês o valor pago aos produtores poderia continuar se valorizando. Porém, segundo informações do Cepea, a greve dos Fiscais Agropecuários trouxe impacto no mercado, devido a paralisação de embarques. Com isso, as exportações tiveram resultado positivo, porém abaixo do esperado pelo mercado. Além disto, também trouxe um desequilíbrio entre oferta e demanda, que resultou em ligeiras quedas no cenário doméstico.

» Suínos: Embarques crescem, mas ficam aquém do esperado

Em setembro, foram embarcados 45,2 mil toneladas, com média diária de 2,2 mil toneladas, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Apesar de ter ficado um pouco abaixo do esperado por analistas do setor – que acreditavam em algo em torno das 54 mil toneladas -, os dados são superiores aos de agosto, quando foram embarcadas 42,1 mil toneladas. Em comparação com setembro de 2014, o crescimento é de 31,5%, quando foram exportadas 36 mil toneladas.

» Acesse as cotações na íntegra para o suíno vivo

Por: Sandy Quintans
Fonte: Notícias Agrícolas