Suinos

Suíno Vivo: 5ª feira de preços estáveis

Publicado em 09/07/2015

Os preços se mantiveram estáveis nas principais praças de comercialização nesta quinta-feira (09). Apesar da estabilidade, o mercado de suínos tem registrado nas últimas semanas oscilações negativas em todo o país.

Em Santa Catarina, o presidente da Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), Losivanio Luiz de Lorenzi, afirmou que o setor recebe com surpresa as oscilações de baixa no mercado interno de suínos. “Nós tínhamos a previsão em meados de junho que teria aumento no preço pago ao produtor, coisa que não ocorreu, e ao contrário tivemos uma diminuição no preço quando se fala em produtor independente”.

Segundo ele, o aumento de consumo com o início do período de inverno e a expectativa de recuperação nas exportações, não se confirmaram. Além disso, houve um incremento na produção de suínos, o que tem contribuído para a pressão nos preços.

A Associação dos Suinocultores de Minas Gerais informou nesta quarta-feira (08), que a bolsa de suínos do estado manteve a referência de R$ 3,70 o quilo, preço praticado a mais de três semanas.

Em São Paulo, a bolsa de comercialização definiu um novo patamar 7,67% inferior à referência da semana anterior. O valor pode variar entre R$ 65,00 e R$ 66,00 a arroba, que representa respectivamente R$ 3,47 e R$ 3,52 o quilo vivo.

O quilo do suíno vivo no Paraná também sofreu reajuste negativo na segunda-feira (06). A referência semanal teve uma desvalorização de nove centavos (2,76%) e passa a ser cotado a R$ 3,17/kg.

Confira como ficaram os preços do suíno vivo nesta quinta-feira (09):

Cotação Suíno Vivo - 09/07/15

Por: Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas