Soja

Soja volta a subir no Brasil

31/10/2017

As cotações da soja registraram ligeiras altas no mercado físico brasileiro na abertura da semana, descolando da tendência verificada na Bolsa de Chicago (CBOT). Por exemplo, no interior do País, a saca de soja (60 quilos) foi vendida a R$ 55,00 em Sorriso (Mato Grosso). A cotação significou uma alta de 0,18% sobre os R$ 54,90 oferecidos na última avaliação.

Já no Porto de Paranaguá (Paraná), a saca de 60 quilos da oleaginosa disponível subiu para o valor de R$ 72,86, o que representou uma valorização de 0,23% em relação à cotação anterior (R$ 72,69). Todos os preços são FOB (Free On Board – contrato de exportação com custos de transporte interno incluso até o carregamento do navio).

FUNDAMENTOS

“As chuvas chegam com intensidade sobre o Centro-Oeste brasileiro, onde o padrão árido tomou conta da maioria do mês de outubro. Neste último fim de semana, precipitações significantes foram observadas no sudoeste de Minas Gerais, extremo sul de Goiás, noroeste do Mato Grosso e grande parte do estado do Paraná (o qual já sofre com os excessos hídricos). No geral, as chuvas foram bem-vindas pelos produtores do Centro do país, que esperavam ansiosamente para colocar seus implementos semeadores para trabalhar”, afirma a Consultoria AgResource.

De acordo com os mapas climáticos do Sistema de Previsão Global (GFS, do NOAA), as precipitações ainda não cobriram uma área generalizada, com índices pluviométricos de 25-45mm à serem observados no sudoeste de Goiás, sul do Mato Grosso, norte do Mato Grosso do Sul e todo o estado do Tocantins, nas próximas 48 horas. Outra rodada expressiva de chuvas se desenvolve para as regiões mais ao norte, no dia 2 de novembro.

Fonte: Agrolink