Soja

Soja tem altas de dois dígitos em Chicago nesta 6ª com mercado menos avesso ao risco

Publicado em 22/06/2018

Os preços da soja vêm intensificando suas altas na tarde desta sexta-feira (22) na Bolsa de Chicago e já conseguem recuperar, nas posições mais distantes, o patamar dos US$ 9,00 por bushel. Perto de 12h50 (horário de Brasília), as posições mais negociadas subiam entre 9,25 e 12 pontos, e o julho/18 já chegava aos US$ 8,92 por bushel.

Segundo explicam analistas e consultores internacionais, os investidores estão mais aptos ao risco neste final de semana, após baixas consecutivas sendo registradas entre as commodities agrícolas, principalmente a soja, o que deixou os produtos mais baratos e, por isso, mais ‘atraentes’.

Um dos sinais desse movimento é uma baixa do dólar, que acontece frente a uma cesta de principais moedas mundo a fora. Na tarde desta sexta, o dólar index recuava 0,20% para os 94,34 pontos. “Essa baixa mostra que os player que buscam risco estão deixando seus bunkers para comprar ações e commodities”, explica Bryce Knorr, analista de mercado da Farm Futures.

Além disso, as commodities sobem de forma generalizada nesta sexta, com liderança do petróleo – o que também favorece as altas da soja na CBOT. Por volta de 13h15 (Brasília), o WTI subia mais de 4,5% na Bolsa de Nova York.

Embora os futuros da oleaginosa ainda sejam severamente pressionados pela disputa comercial entre a China e os Estados Unidos, o mercado volta a tentar retomar seu fôlego e recuperar parte das perdas dos últimos dias.

As altas, entretanto, são bastante frágeis diante de um cenário que ainda não permite um avanço expressivo dos preços, uma vez que nem mesmo o clima no Corn Belt traz ameaças às lavouras norte-americanas neste momento.

Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas