Soja em baixa no interior do Brasil

11/12/2017

As cotações da soja tiveram na sexta-feira (08.12) um dia de baixas dos preços no mercado físico do interior brasileiro, acompanhando o viés observado na Bolsa de Chicago (CBOT). De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, em média, os preços caíram 0,31% no interior, embora tenham subido 0,13% nos portos.

“Os lucros médios da soja oscilam entre 1,53% em Goiás e 44,98% em Minas Gerais. Na região Sul, varia entre 18,03% no RS, passa por 28,12% em SC e atinge 34,09% no PR. Em São Paulo o lucro seria de 28,12%, no MS, entre 9,37% a 14,79%, conforme a semente usada, em Goiás entre 1,53% e 5,05%, no MS entre 18,5% e 44,98%, na Bahia 14,26%, no Tocantins 11,79%, no Maranhão 11,86% e em Roraima 33,39%. Estes percentuais já foram maiores, estão caindo”, afirma a T&F.

FUNDAMENTOS

“Os mapas climáticos para esta próxima semana continua bastante similar às leituras passadas. As chuvas continuam concentradas no Norte e Centro do Brasil, com um ampla área de cobertura que ajuda no desenvolvimento da safra já em desenvolvimento vegetativo e na reta final do plantio, em alguns estados”, aponta a Consultoria AgResource.

De acordo com os analistas da ARC, no entanto, nos mapas do período de 18 à 23 de dezembro, os índices pluviométricos previstos para a Argentina foram elevados, principalmente no modelo GFS: “Chuvas de 25-40mm são projetadas para o Centro do país, sobre as províncias de Córdoba, San Luís, Santa Fé, Entre Rios e uma ampla região do Norte argentino. Se confirmadas, tais chuvas trarão uma desaceleração expressiva da evapotranspiração, uma vez que temperaturas estão elevadas. No entanto, mais precipitações são necessárias para manter o bom desenvolvimento das culturas de verão”.

Fonte: Agrolink