Soja

Soja é prioridade na safra de verão na região de Toledo

10/01/2018

Na região rural de Toledo, já é possível ver a safra de verão em sua fase de frutificação. Neste último plantio na região, os produtores priorizaram o cultivo da soja com aproximadamente 480.820 hectares de área plantada. A expectativa de produção é de 1.706.911 toneladas. As projeções da área plantada de soja aumentaram significativamente comparadas aos resultados do mesmo período do ano passado, em que houve cerca de 473.415 hectares de área plantada com aproximadamente 1.843.018 toneladas de produção no ano de 2017, em que o cultivo foi considerado excepcional e um dos melhores da região.

Já para o cultivo de milho, os números que já eram baixos, caíram ainda mais na atual safra de verão. Neste ano foram cerca de 4.800 hectares de área plantada, com estimativa de 39.072 toneladas de produção. Equiparado aos resultados do ano passado em que os números apresentavam cerca de 12.340 hectares de área plantada e 117.116 toneladas colhidas, o plantio de milho destacou uma queda significativa.

PRODUÇÃO

De acordo com o técnico do Departamento de Economia Rural da Seab Toledo, Paulo Oliva, a fase do plantio é boa, mesmo com as instabilidades do clima de verão. “Será uma safra normal, com condições propícias de produção”, destaca. O clima interferiu no inicio do plantio da soja, em que os trabalhos precisaram ser adiados em 20 dias. Segundo Oliva, o atraso deve interferir apenas no tempo de colheita que estava previsto para acontecer agora no final de janeiro e inicio de fevereiro.

Devido a trégua das chuvas nesta semana, os agricultores fizeram o controle sanitário das plantas com a aplicação de fungicidas. A partir deste levantamento, Paulo Oliva aponta que a condição na lavoura é de frutificação 95% boa e 5% média.
PROJEÇÃO ESTADUAL

Em nível estadual, os números de investimentos no plantio da soja também aumentaram na atual safra de verão. Neste ano, houve o aumento de cerca de 4% da área plantada, com projeção de 19.288.443 toneladas de produção no Paraná. Já a primeira safra de milho apresentou uma queda de 35% no número de área plantada, e cerca 39% a menos da produção estadual comparados ao ano passado.

Atualmente o cultivo da soja no Paraná, apresenta ao todo 13% em estágio vegetativo; 37% em período de floração; 47% frutificação e apenas 1% em estágio de matização.

Para a plantação de milho a nível estadual, o estágio de desenvolvimento vegetativo está em 15%; 36% em floração; 46% no período de frutificação e 3% apresentam em matização.

Fonte: Jornal do Oeste