Soja

Soja: Com dólar acima dos R$ 3,50, preços batem em R$ 80 no disponível em Paranaguá

Publicado em 06/08/2015

 

Os preços da soja seguem recuando na sessão desta quinta-feira (6) na Bolsa de Chicago. Os principais vencimentos, por volta das 13h40 (horário de Brasília), perdiam pouco mais de 5 pontos. Ao mesmo tempo, porém, o dólar mais uma vez disparava frente ao real, elevando as cotações da oleaginosa praticadas nos portos do Brasil.

Em Rio Grande, a soja disponível era cotada a R$ 79,80 por saca, enquanto a futura valia R$ 79,50. Já em Paranaguá, o produto disponível foi a R$ 80,00 e o futuro a R$ 79,50/saca. Afinal, perto das 13h10, a moeda norte-americana bateu sua máxima em R$ 3,5709 ao subir cerca de 2%. Pouco depois, a divisa voltava para a casa dos R$ 3,55 com alta de 1,84%, segundo informações da agência de notícias Reuters.

“Com o dólar do jeito que está, é preciso que haja uma notícia muito forte para o mercado parar de subir”, disse o superintendente de câmbio da corretora Tov, Reginaldo Siaca à agência. O mercado, nesta quarta-feira, acordou com os números da pesquisa Datafolha mostrando que a reprovação de presidente Dilma Rousseff cresceu, bateu recorde e superou a de Fernando Collor, em 1992.

Leia mais sobre o dólar:

>> Dólar chega a subir 2% e bate em R$3,57 por cenário político conturbado

Bolsa de Chicago

A volatilidade do mercado e essa falta de direção dos negócios, como vêm relatando os analistas e consultores, se dá pelas expectativas para o novo boletim de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) que sai na próxima quarta-feira, 12 de agosto.

Entre todas as projeções, os números indicam uma colheita de soja menor do que o estimado pelo departamento agrícola em seu boletim de julho – 105,73 milhões de toneladas, e o mesmo acontece com a produtividade da oleaginosa, projetada, no mês passado pelo USDA, em 52,17 sacas por hectare. Na tabela abaixo, veja as expectativas de Michael Cordonnier, do site Farm Futures, da INTL FCStone, da Informa Economics e da Doane para a safra 2015/16 de soja e milho dos EUA:

expectativa safra usada milho e soja

Fonte: Notícias Agrícolas