Pecuária

Sociedade Mundial de Proteção Animal criará gerência de desastres no Brasil

12/01/11 – 16:07

Tragédias como o terremoto que assolou o Haiti há um ano e as enchentes que a cada verão devastam municípios brasileiros estão motivando a criação, no Brasil, de uma gerência de desastres da Sociedade Mundial de Proteção Animal (da sigla em inglês WSPA), confirmou nesta quarta-feira (12) à Agência Brasil a gerente de Programas Veterinários da WSPA seção Brasil, Rosangela Ribeiro.

Por meio da Coalizão para Ajuda aos Animais do Haiti (ARCH), criada pela WSPA em parceria com o Fundo Internacional para o Bem-Estar Animal (IFAW), foram tratados e vacinados contra a raiva mais de 50 mil animais após o terremoto ocorrido no Haiti no dia 12 de janeiro do ano passado.

Foi montada uma clínica móvel que percorreu o país, atendendo as mais diversas espécies, como cães, cavalos e gatos e animais que produzem alimentos, entre os quais cabras e bois. “Durante um ano de serviços dessa coalizão, eles trataram e vacinaram mais de 50 mil animais”, enfatizou Rosangela.

A WSPA orientou os haitianos sobre como cuidar dos animais, tendo em vista que muitos desses animais servem para a subsistência das famílias, como fonte de alimentação. “Ajudando os animais, a gente está, indiretamente, conseguindo ajudar também essas pessoas”, disse a veterinária.

Membros da equipe internacional de desastres da WSPA estiveram recentemente no Brasil, treinando integrantes de organizações não governamentais (ONGs) filiadas à seção nacional da entidade. “Para a gente, futuramente, poder ter uma equipe para atuar dentro do país”. De acordo com Rosangela, a gerência de desastres da WSPA no Brasil deverá estar apta para atuar em caso de tragédias nacionais em 2012.

Rosangela contou que, na tragédia provocada pelas fortes chuvas que afetaram 60 cidades de Santa Catarina, em 2008, a WSPA mundial atuou por meio de uma rede de solidariedade, formada por ONGs do Sul do país. Em Pernambuco, em 2010, a entidade ajudou também os moradores doando 1,5 tonelada de ração e vacinando mais de 500 animais.

Segundo a veterinária, se houver necessidade, uma equipe internacional da WSPA poderá ser convocada para auxiliar em relação às enchentes que estão assolando a região serrana fluminense. “Se houver problema, nós entramos em contato com a WSPA internacional”.

Fonte:
http://www.agrolink.com.br/biotecnologia/noticia/sociedade-mundial-de-protecao-animal-criara-gerencia-de-desastres-no-brasil_124003.html