Soja

Semente transgênica Bt controla Helicoverpa armigera na Bahia

25/01/2016

A ampliação do uso de sementes transgênicas contendo a tecnologia Bt (Bacillus thuringiensis) conseguiu controlar a infestação de Helicoverpa armigera nas lavouras de soja da Bahia. A lagarta vinha causando prejuízos bilionários nas últimas três safras, mas parece controlada nesta temporada.

De acordo com a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), este ano os produtores dobraram a área cultivada com a semente Intacta RR2 (Monsanto) – que oferece resistência contra a lagarta. Nada menos que 1,3 milhão de hectares foram plantados com a tecnologia Bt, o que representa mais de 80% da área destinada a agricultura no estado.

O presidente da entidade, Júlio Busato, acredita que valeu o investimento, pois a economia com inseticidas determinou um gasto médio de US$ 830 por hectare. A preocupação agora é a preservação da tecnologia, que só será possível se os agricultores reservarem um espaço em suas propriedades para a instalação de refúgio.

A fiscalização dessa prática por parte das autoridades, porém, ainda é um problema. Ainda não foi aprovada no Ministério da Agricultura uma resolução que torne obrigatório aos produtores reservar parte de sua lavoura para o cultivo com a semente convencional, e além disso os órgãos oficiais afirmam que não possuem pessoal suficiente para o controle.

Fonte: Agrolink
Autor: Leonardo Gottems