Cadeia Produtiva

Secretaria da Agricultura e da Pesca lança programa

22/10/13
Santa Catarina conquistou neste mês, na Ucrânia, pela segunda vez, o título de melhor mel do mundo num congresso internacional de apicultura envolvendo 86 países. Para comemorar a conquista, a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e a Federação das Associações de Apicultores e Meliponicultores de Santa Catarina (FAASC) promovem nesta quarta-feira, dia 23, às 9h30, na sede da Secretaria um “Café com Mel” para apresentar as quatro variedades do produto que conquistaram o título e o mais novo programa do Governo do Estado que prevê a distribuição de “Kit Apicultura” para incentivar a produção de mel.

De acordo com o secretário da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, o “Café com Mel” servirá para reconhecimento estadual desta conquista importante para o Estado e divulgar como está o quadro da apicultura catarinense. Ele lembra que Santa Catarina já foi líder nacional na produção do mel, mas vem perdendo espaço para outros estados, por isso haverá uma ação do Governo do Estado para incentivar a produção. “Incentivar a apicultura no Estado é estimular também o desenvolvimento rural sustentável. E é este o tipo de produção que queremos fomentar em Santa Catarina: atividades que permitam ao produtor rural ter uma renda extra, com consciência ambiental e fixação do homem no campo”.

São mais de 30 mil famílias rurais dedicadas à apicultura no Estado, possuindo um total de 350 mil colmeias instaladas e uma produção de seis mil toneladas/ano. Tais números confirmam a colocação de Santa Catarina como um dos maiores produtores de mel do Brasil, diz Rodrigues. Em 1979, a FAASC conquistou na Grécia o título mundial de melhor mel do mundo. Dessa vez, o mel processado pela Prodapys, de Araranguá, conquistou o reconhecimento mundial. Quatro variedades do produto catarinense ficaram no topo da disputa que envolveu 86 países. Na avaliação individual, o mel escuro e a cera de abelha receberam medalha de ouro, já o mel claro conquistou o bronze.  A empresa localizada no Sul de Santa Catarina produz cerca de três mil toneladas de mel por ano.

O novo programa da Secretaria da Agricultura e da Pesca consiste em fornecer aos produtores interessados equipamentos necessários para implantação da apicultura na propriedade. Cada Kit terá na sua composição os seguintes equipamentos: seis colmeias, com ninho e dois melgueiras; cera alveolada para seis comeias; formão; dois macacões completos com máscara; dois pares de luvas e um fumegador.

O valor deste kit é de aproximadamente R$ 1.800,00. Ao adquiri-lo, o produtor terá dois anos de prazo para pagamento com parcela anual. Se o pagamento for único, quando do vencimento da primeira, haverá subvenção da ordem de 60% sobre o valor da segunda parcela. Neste caso, o produtor pagará apenas R$ 1.260,00. Para 2014 há previsão de fornecimento de 490 kits.

 

Fonte: Agrolink